22 de junho de 2021
Campo Grande 29º 16º

Boletim diário

JBS inaugura primeiro frigorífico em Tocantis

A- A+

Oferta curta de boiadas; dificuldade de repasse de preços da carne

A disponibilidade restrita de boiadas é neutralizada pela dificuldade de repasse dos preços da arroba para a carne. Para os próximos meses, o mercado futuro indica um cenário de poucas alterações de preços, com uma retomada mais significativa do movimento altista a partir de junho.

Em São Paulo, as escalas de abate não estão longas. A maior parte das indústrias possui uma programação que atende três dias. A margem dos frigoríficos está historicamente baixa, com o agravante de que as exportações não andam em bom ritmo.

Adicionalmente, a greve dos caminhoneiros atrapalha as operações, principalmente de distribuição, em alguns estados. No mercado atacadista de carne bovina com osso, preços estáveis. Em São Paulo, o boi casado de bovinos inteiros e castrados está cotado em R$8,26/kg e R$8,53/kg, respectivamente. Da Redação BeefWorld, com informações da Scot Consultoria

Grupo JBS inaugura primeira unidade frigorífica no Norte do Tocantins

O mercado da carne bovina ganha novo impulso no Tocantins com a instalação de mais uma unidade frigorífica, filiada ao maior processadormundial de carnes - o Grupo JBS. O governador Marcelo Miranda participou da inauguração do empreendimento, realizada na manha deste sábado, 28, em Araguaína, a 390 quilômetros de Palmas, região Norte do Tocantins. Na ocasião, o chefe do Executivo esteve acompanhado de deputados federais e estaduais, titulares de pastas no Governo e demais autoridades municipais.

Com o início das atividades previsto para a próxima segunda-feira, 02, o frigorífico vai gerar 600 empregosdiretos, outros três mil indiretos e a capacidade de abater 700 cabeças de gado por dia, tornando-se um importante centro de distribuição de carne para toda a região Norte-Nordeste do País, como também para a Ásia e demais países estrangeiros.

De acordo com o governador Marcelo Miranda, a chegada do grupo JBS ao Tocantins se deu por meio de uma reunião realizada nos primeiros dias de sua gestão, onde foi firmada parceria, com o incentivo por parte do Governo do Estado na instalação da unidade frigorífica de Araguaína. "Toda a nossa equipe não mediu esforços na concretização deste grande empreendimento. Nós estamos trabalhando incansavelmente para impulsionar o crescimento econômico do nosso Estado. É isso que estamos fazendo", ressaltou.

Sobre o Frigorifico

O empreendimento deve movimentar o mercado da carne bovina na região, com investimentos que passam de R$ 25 milhões. Com capacidade para realizar cerca de 21 mil abates por mês, o frigorífico faz parte de uma antiga aquisição do grupo JBS em Araguaína, cuja unidade estava fora de operação. De acordo com o presidente da divisão de carnes do grupo JBS, Renato Costa, após os investimentos na estrutura e o apoio do governador Marcelo Miranda, o Grupo pode celebrar a inauguração de sua primeira unidade frigorífica no Estado. "O Tocantins possui uma localização estratégica e estrutura logística muito boa, além de integrar uma posição importante no cenário da pecuária no Brasil. Era imprescindível a presença do grupo JBS no Estado", afirmou.

Para Roberto Paulino, presidente do Sindicato Rural de Araguaína, o município possui cerca de mil pecuaristas e conta com um rebanho bovino de aproximadamente 450 mil cabeças de gado. De acordo com o presidente, a chegada do grupo JBS fortalece ainda mais o segmento na região, como também nos estados vizinhos. "Nosso rebanho já possui reconhecimento pela qualidade. Com a chegada do grupo JBS nós teremos mais facilidade na comercialização da carne de qualidade, inclusive na exportação para o comércio exterior", assegurou. Fonte: Site da Carne