23 de junho de 2021
Campo Grande 30º 17º

Preço do horti-fruti em MS apresenta queda

A- A+

De acordo com o diretor-presidente da Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural), Enelvo Felini, o abastecimento no setor de hortifruti está se normalizado e os índices já apresentam queda nos preços para os consumidores de Mato Grosso do Sul. 

A declaração foi feita hoje em entrevistas à Rádio Educativa FM.Felini explicou que a alta registrada nas últimas semanas foi por conta da paralisação nacional dos caminhoneiros, mas com liberação das rodovias no início desta semana, o abastecimento do mercado estadual com produtos de hortifruti foi restabelecida. 

“As maiores variações de preços foram nas frutas porque o Estado importa 85% de dos estados do Paraná e São Paulo. Na questão das hortaliças, a variação não foi tão alta porque Mato Grosso do Sul produz 95% do consumo local”, afirmou.

Planejamento

Mato Grosso do Sul já trabalha na pauta para fortalecer a agricultura familiar e fomentar as produções local. Segundo Enelvo, o governo estabeleceu cinco prioridades: produção de leite, hortifrutigranjeiro, recuperação de terras degradadas, processos de irrigação e piscicultura.

Também existe possibilidade de investimentos para construção de novas Ceasa (Centrais de Abastecimento de Alimentos de MS) em Dourados. A região sul já apresenta resultados positivos para o setor. Atualmente o município de Eldorado tem 1000 hectares de produção de melancia e exporta para estado de Paraná.

“O Governo estadual quer está mais próximo do produtor, visando fomentar a agricultura familiar, dando condições para melhorar o setor. Vamos juntos trabalhar muito para o desenvolvimento dos pequenos produtores e reverter essa realidade, avançando o nosso Estado no sistema de produção da agricultura familiar”, explicou durante a entrevista.