30 de julho de 2021
Campo Grande 20º

Cidades do interior de MS estão em ranking de bons empregos

A- A+

O município de Dourados – distante 225 quilômetros de Campo Grande – é o segundo município do país que tem o crescimento do emprego considerado bom, ou seja, aqueles que possuem salários acima de R$ 5 mil. Já o município de Três Lagoas – distante 338 quilômetros de Campo Grande – está em terceiro lugar no ranking.

A revista Veja, em uma matéria intitulada como “Sorria: Bons empregos à frente”, e fez o ranking das 10 cidades que mais dão oportunidade de bons salários. O ranking foi elaborado a partir do Caged (Registros Do Cadastro Geral De Empregados E Desempregados), tendo como base o ano de 2013.

Além do bom desempenho em 2013, a revista leva em consideração a perspectiva de o município manter o ritmo de contratação em 2014. Veja aponta Dourados como polo de educação e saúde de 30 municípios sul-mato-grossenses onde vivem mais de 1 milhão de habitantes.

Além disso, o bom desempenho do ano passado fez com que a revista levasse em consideração a perspectiva do município manter o ritmo de contratação de 2014. Dourados é classificado como pólo de educação e saúde de 30 municípios sul-mato-grossenses, onde há uma população de mais de 1 milhão de habitantes.

Com informações obtidas através do Folha de Dourados,  a reportagem cita a UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) com 28 cursos em 2013 e abertura de mais sete em 2014 com contratação de pelo menos mais 45 professores. Cita ainda a abertura dos cursos de engenharia civil, engenharia mecânica e engenharia de computação, todas voltadas para atender a demanda das 16 usinas de açúcar, etanol e energia da região.

O setor sucroenergético também é apontado como aquele que cria oportunidades no setor de serviços, como restaurantes, centros de estética, escolas, academias de ginástica e hospitais. Exemplo citado é o Hospital do Coração que há 10 anos empregava 40 pessoas e hoje, 250. Em dois anos a estimativa é de criar mais de 150 empregos. A reportagem menciona o exemplo do médico cardiologista Matheus Andreata, de 29 anos, que trocou São Paulo por Dourados com a mulher em busca de mais tranqüilidade.

A equipe da Revista Veja esteve em Dourados nos dias 15, 16 e 17 de janeiro.

Ranking:

1º - Itabira (MG);

2º - Dourados (MS);

3 – Três Lagoas (MS);

4º - Saquarema (RJ);

5º - Ipojuca (PE);

6º - Maragogipe (BA);

7º - Altamira (PA);

8º - Indaiatuba (SP);

9º - Vila Velha (ES);

10º - São José do Norte (RS).

Tayná Biazus