26 de novembro de 2020
Campo Grande 35º 23º

Contrato de produtividade emperra negócio entre Palmeiras e meia do Inter

O modelo de contrato de produtividade que o Palmeiras pretende adotar no departamento de futebol em 2014 atrapalha o clube na busca por reforços, e vira entrave em uma negociação específica. O meia Lucas Lima, que pertence ao Internacional e disputou a Série B emprestado ao Sport, negocia com o Verdão, mas não se atrai pelo tipo de contrato.

"Ele até aceita por produtividade, mas você tem que sair do fixo, que ele fica feliz. Porque esse negócio de produtividade é complicado, é válido, mas com motivação acima daquilo que o jogador está satisfeito em relação às luvas, somando salários e fixo", diz o agente do jogador, Edson Khodor.

Se o salário fixo proposto pelo Palmeiras for menor do que Lucas Lima espera e contar com bonificações apenas se o atleta atingir metas, o negócio não deve sair. "Por exemplo, o Lucas Lima quer um valor X, mas a oferta chega a 30% desse valor X se ele conquistar algo. Isso ele não vai aceitar é melhor ficar lá no Internacional, eu sei que a fila dele vai demorar pouco para andar", complementa Khodor.

Segundo o agente, o jogador de 23 anos recusou recentemente duas propostas de clubes mexicanos – Jaguares e Chiapas eram os interessados. O Palmeiras procurou o Internacional e ofereceu o meia atacante Luan, que esteve emprestado ao Cruzeiro, em troca de Lucas Lima.

O Inter condiciona a liberação de Lucas Lima a uma conversa com Abel Braga, novo treinador. Se o técnico afirmar que não pretende usar o meia que jogou pelo Sport em 2013, a diretoria colorada deve permitir o negócio com o Palmeiras.

"O Palmeiras procurou o Internacional e mostrou interesse, mas vamos conversar com o Abel Braga, que será apresentado terça-feira, dia 17, então só depois podemos tomar as nossas deliberações. O Palmeiras perguntou para mim a possibilidade de contar com o jogador para o ano que vem, mas não houve nenhuma proposta", diz Newton Drummond, diretor executivo do Internacional.

"Não pode também barrar essa possibilidade. Eu penso que se o Abel quiser, ele fica aqui conosco. Agora, nós temos que ver a concepção de time que o Abel pensa para ver se o Lucas Lima se encaixa legal. Mas nesse momento não temos como definir, depende do Abel", concluiu Drummond.

Portal Uol