16 de maio de 2022
Campo Grande 21º 13º

Em 24 horas Mato Grosso do Sul bate novo recorde e registra 3.418 casos de Covid

A- A+

Mato Grosso do Sul registrou novo recorde de casos de Covid nesta quarta-feira (26) com a confirmação de mais 3.418 infectados com a doença. O boletim epidemiológico de ontem (25), já havia confirmado outros 3.038 testes positivos em todo Estado. Os municípios com maior alta de confirmações são Campo Grande (1.530), Caarapó (213), Coxim (143), Sidrolândia (140) e Corumbá (99). A média móvel dos últimos 7 dias indica confirmação diária de 1.981 casos. 

"Nos últimos 21 boletins tivemos uma evolução da média móvel que no início do ano era de 104, e nós temos agora 1981. Estamos quase batendo o nosso recorde histórico que foi no pico da pandemia em junho do ano passado (2021) quando tivemos a média móvel de 2.003 casos confirmados. Então é um sinal de alerta bastante expressivo. E os óbitos também dos últimos 21 boletins, nós estamos com 6,7 do dia 26 de janeiro", pontuou a secretária adjunta da SES, Crhistinne Maymone durante a live semanal. 

Mais 7 óbitos foram registrados nesta quarta-feira, elevando o número de sul-mato-grossenses que não resistiram à doença para 9.815. Foram 3 óbitos registrados em Campo Grande, 1 de Bonito, 1 de Eldorado, 1 de Paranaíba e 1 de Três Lagoas. 

Outro indicador que tem aumentado no Estado, é a taxa de ocupação de leitos clínicos e UTI/SUS. Na microrregião de Campo Grande a ocupação global é de 74%, 97% na de Dourados, 76% na de Corumbá, e 72% na de Três Lagoas. "Tanto a macro de Campo Grande, Dourados e Três Lagoas estão aumentando a sua taxa de ocupação global. Isso tem acontecido também em outros estados, e nós da Secretaria Estadual de Saúde temos feito esforços contínuos para aumentar o número de leitos", afirmou Maymone. 

Os casos de internação por Covid estão subindo, atualmente são 247 pacientes internados em todo Estado, sendo 159 ocupando leitos clínicos e 88 em leitos de UTI. No dia 12 de janeiro haviam 76 internações por Covid no Estado. 

A Central de Regulação também registrou aumento na lista de espera por leitos de UTI, sendo 49 na espera na Central de Campo Grande, 7 na de Dourados, 2 na de Três Lagoas e 7 na Central do Estado. 

Diante do cenário de avanço da doença, a secretária adjunta da SES aproveitou para reforçar a importância da população não só manter os cuidados essenciais como uso de máscara, evitar aglomerações e higiene das mãos, mas também concluir o ciclo da vacina com as doses disponíveis. "Há estudos que demonstram que aqueles que se internam são os que estão com atraso na dose vacinal ou que não aplicaram a vacina. Isso é ciência", destacou. 

Durante a transmissão, o assessor militar na SES, Coronel Marcello Fraiha, celebrou o fato de Mato Grosso do Sul ter atingido mais de 5 milhões de doses aplicadas. "Temos na nossa população total de MS 83,2% já vacinados com a 1° dose, e 73,9% com a dose única ou duas doses da vacina". 

Influenza

O boletim da Influenza desta quarta-feira registrou 7 novos casos, e um novo óbito pela doença no Estado. O ano de 2022 já conta com 198 casos e 51 óbitos em Mato Grosso do Sul. A taxa de letalidade da doença está em 16%. 

Confira aqui o detalhamento do boletim epidemiológico Covid e Influenza divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde nesta quarta-feira, 26 de janeiro de  2022. 

Mireli Obando, Subcom

Foto: Edemir Rodrigues

Fonte: Governo MS