23 de novembro de 2020
Campo Grande 35º 20º

EM MS

Governo deposita salários, mas alerta que em maio pode atrasar

A sistemática de pagamento dos salários poderá ficar comprometida devido a queda nas arrecadações, diz governo

O montante de R$ 395 milhões à ser pago aos funcionários do estado de Mato Grosso do Sul referente mês de abril será depositado nesta 4ªfeira (6.maio), garantiu hoje o governo de Reinaldo Azambuja. O valor manterá a economia movimentada nesse domingo de Dia das Mães (10.maio). Estima-se que injetará R$ 100 milhões, valores bem abaixo de períodos anteriores, por conta da pandemia do coronavírus.

O governo alertou também nessa 4ªfeira que no próximo mês a realidade pode ser diferente, já que caiu a arrecadação de impostos e isso deve afetar diretamente a quitação da folha. Com a pandemia, a economia parou e a estimativa é de R$ 250 milhões a menos na arrecadação do Imposto Sobre Operações e Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços (ICMS) somente no mês de maio.

A última esperança do Governo é o ‘socorro’, pacote de ajuda aos estados e municípios que está sendo votado na Câmara dos Deputados. O pacote está sendo discutido há pelo menos 45 dias e só no fim de semana foi aprovado pelo Senado, faltando agora passar pela Câmara Federal antes do 'ok' do Governo Federal. “Estamos no limite de gastos e precisamos desse socorro para continuar trabalhando e pagando nossos servidores em dia”, explicou Reinaldo.

O valor líquido de R$ 394.933.364,42 será depositado nesta quarta-feira dia 6 de maio para as 79.188 matrículas estaduais, sendo 48.197 ativas e 30.991 inativas. O saque estará disponível amanhã, dia 7.