22 de outubro de 2020
Campo Grande 33º 22º

Douradenses criam movimento “Dourados Forte”

Para afastar as investidas dos chamados políticos “Copa do Mundo” que só aparecem a cada quatro anos em busca do voto do eleitor é que um grupo de empresários e profissionais de Dourados está se organizando para lançar um movimento para fortalecer a política local e eleger o maior número possível de deputados federais e estaduais e também indicar nomes para concorrer ao senado e à vice  governador do Estado.

Um dos líderes do movimento é o ambientalista e empresário Romem Barleta que está participando de reuniões com vários segmentos da sociedade para formatar o movimento que deverá ser chamado de “Dourados Forte” ou “Grande Dourados Forte”. Barleta afirma que a criação do movimento se justiça pela importância social e econômica da região de Dourados que corre o risco de perder sua representatividade.

O primeiro evento público em que o movimento “Dourados Forte” deverá marcar presença será no Encontro Regional do PMDB que ocorrerá no município no dia 15 de fevereiro, quando estará presente o vice-presidente da República Michel Temer. Na oportunidade, Temer deverá lançar oficialmente a pré-candidatura do ex-prefeito de Campo Grande Nelsinho Trad ao governo do Estado.

Romem disse que os principais articuladores do Movimento “Dourados Forte” vão fazer o que chamou de uma “recepção especial”a Nelsinho Trad quando será “oferecida” oficialmente a ele a exigência de que o seu candidato a vice-governador seja um nome de Dourados. Barleta afirmou que o movimento já conta com apoio de partidos políticos, associações comunitárias, sindicatos entre outras entidades da sociedade civil. “Basta de candidatos de fora que investem fortunas durante a campanha eleitoral, levam os votos os douradenses e desaparecem por quatro anos”, finalizou o empresário ao acrescentar que Dourados como o segundo maior município do Estado em com seus 150 mil eleitores precisa ser respeitado.

Nicanor Coelho, de Dourados