21 de outubro de 2020
Campo Grande 29º 21º

Para não perder a visão, criança precisa de ajuda para fazer cirurgia

Ela é linda, esperta, sorridente e pela idade, ignora o problema dos olhos. Thaiani Soares da Cruz, de 5 anos, sofre de glaucoma congênito, doença grave que leva à cegueira se não for tratada.

Embora a visão a permita enxergar apenas vultos luminosos, sua vida é considerada normal dentro de seus limites. Brinca como qualquer outra criança e é curiosa para conhecer uma novidade, como fazer um vídeo pelo celular.

Por causa da doença, os olhos azuis de Thaiani ganharam tons esbranquiçados, como se uma pele encobertasse o globo ocular.

Thaiani é filha de um peão e de uma dona de casa. Eles moram na fazenda Santa Cecília, na cidade de Deodápolis, onde são funcionários. Ela já nasceu com problema de visão e ao um ano de idade passou por uma cirurgia, em São Paulo, para corrigir a pressão arterial dos olhos.

Passou por tratamentos, mas de uns tempos para cá o problema voltou, e grave. "Minha filha só tem 5% da visão e se ela não repetir essa mesma cirurgia ficará cega definitivamente", relata a mãe Ana Paula Soares Vieira.

Ela conta que desde o ano passado tenta no Hospital Universitário de Campo Grande uma cirurgia para a filha, já agendada e desmarcada. "O tempo está passando e não podemos mais esperar", disse a mãe, que no desespero agendou uma consulta semana que vem numa clínica particular, na Capital, única cidade do Estado a ter especialista da área.

O caso de Thaiani ganhou as redes sociais. Depois que os amigos Rafael Soares e Maycon Roberto, moradores em Dourados, tiveram a oportunidade de conhecer a família, há aproximadamente 10 dias, a história da garota foi parar no Facebook, com a criação do grupo "Luz aos olhos da Thaiani".

"Ela é uma menina encantadora, doce, por isso resolvemos criar esse grupo para arrecadar recursos para uma cirurgia particular, já que pelo SUS está sendo tudo demorado", explica Rafael. A história rendeu e, no próximo dia 22, haverá um baile em Glória de Dourados para arrecadar dinheiro para a cirurgia.

Ana Paula explica que a renda de peão do marido Ivo Soares não é suficiente para custear as despesas da cirurgia, que ela ainda nem sabe o valor. "Só vou saber o preço quando passar pela consulta particular semana que vem", informou.

Depois da cirurgia para redução da pressão arterial dos olhos, Thaiani precisará de um novo procedimento: transplante de córneas. Neste caso, ela dependerá do 'banco de olhos', para conseguir um doador.

Ajuda

Ana Paula criou uma conta no nome da filha para receber doações.

Conta Corrente: 194-5 Agência: 1528-8 Banco Bradesco Em nome de Thaiani Soares da Cruz

O telefone de Ana Paula é o (67) 9912-4479

Dourados Agora