19 de junho de 2021
Campo Grande 27º 14º

Protesto

Caminhoneiros prometem manter bloqueio da BR-163 por mais 48 horas

Objetivo é restringir volume de mercadorias, em especial de soja, nos portos brasileiros para presisoanr governo federal a reduzir diesel

A- A+

O bloqueio na principal rodovia federal do Brasil, a BE-163, que liga o Nortão a Cuiabá em Mato Grosso entra hoje no terceiro dia e os organizadores estão prevendo 48 horas ininterruptas de paralisação do fluxo de veículos na rodovia.

Os bloqueios de hoje serão em Lucas do Rio Verde (onde o manifesto iniciou), Sorriso, Nova Mutum, Sinop. Também será feito na rodovia de acesso a Tangará da Serra, no Noroeste do Estado.

Em entrevista ao site Sonotícias, de Sinop, o presidente do Sindicato dos Caminhoneiros Autônomos de Sorriso e Região, Wilson Rodrigues, explicou que o objetivo é parar a logística para portos reduzindo a volume de soja e demais produtos destinados à exportação. "Não queremos prejudicar produtores que estão colhendo neste momento e caminhões que vão colher soja, que têm nota de produtor rural, vão passar para ir às fazendas", disse Rodrigues em entrevista ao site Sonotícias.

O bloqueio é uma forma de protestar contra o aumento do diesel, que subiu para R$ 3,05 (preço médio apontado pela ANP), mas pode ser encontrado por até R$ 3,29 em alguns postos.