15 de abril de 2021
Campo Grande 33º 19º

PRESERVAÇÃO

Com 23.418 árvores plantadas, Capital de MS recebe título internacional

Pela segunda vez consecutiva, Campo Grande figura na lista de "Cidades Árvore do Mundo" (Tree Cities of the World)

Por mais um ano Campo Grande recebeu, pela The Arbor Day Foundation Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), o título de "Cidades Árvore do Mundo" (Tree Cities of the World), em reconhecimento de seu comprometimento em preservar e cultivas os espaços de florestas urbanas. Foram 120 cidades de 63 países foram reconhecidas nesta edição, e a Capital compõe um grupo internacional que lidera o caminho da silvicultura urbana e comunitária.

Entre 2019 e 2020, Campo Grande plantou  23.418 árvores. O título conquistado vigora por dois ano e,  atrás da Capital de MS aparecem outras duas outras cidades brasileiras, que receberam o reconhecimento: São Carlos, com 12.500 árvores plantadas e São José dos Campos, com 52.000 árvores plantadas, ambas no estado de São Paulo. 

Apesar de São José dos Campos acumular 52 mil árvores plantadas, tem apenas 300 horas de voluntariado, enquanto a Cidade Morena de MS conta com 2,104 horas de voluntariado. 

Segundo informações da agência municipal de notícias, Marquinhos Trad mostrou-se satisfeito com o desempenho da cidade. “Nossa administração preza pelo desenvolvimento sustentável, pela preservação da arborização urbana e o resultado desse trabalho é o reconhecimento internacional que obtivemos por dois anos consecutivos. Temos compromisso com o manejo da arborização e, com isso, garantir um futuro melhor para todos”

Dan Lambe é presidente da Arbor Day Foundation e, com o resultado da premiação, congratulou cada uma das unidades vencedoras da conquista "Tree Cities of the World". "Aplaudimos todas as cidades que ganharam a designação de Cidades Árvores do Mundo. Eles são líderes no planejamento e manejo de suas florestas urbanas. Esta distinção é uma celebração de sua criatividade e sustentabilidade na criação de espaços urbanos mais saudáveis”.

Já Luís Eduardo Costa, secretário municipal de Meio Ambiente e Gestão Urbana, destacou em nota o orgulho desse título dizendo que, a conciliação entre conservação ambiental e desenvolvimento urbano é um dos desafios da Secretaria, mas que vale a pena pelo bem-estar e organização que traz para a cidade. "Mais que um título, esse reconhecimento resulta também em qualidade de vida além da proteção aos recursos naturais. E grandes são os avanços na cidade de Campo Grande", afirmou. 

Entre os requisitos para ingressar nessa rede estão: ter um setor responsável especificamente pela arborização;  políticas e estrutura legal regente que vise a proteção e manutenção da floresta urbana; fazer inventários, estudos e planos em longo prazo para implantação e manejo de arborização; designar orçamento anual para o manejo arbóreo e realizar ao menos uma vez ao ano a celebração do dia da árvore, como medida de conscientização à população. 

“Este é o reconhecimento internacional mais importante no quesito de florestas urbanas. Para participar do programa, o município envia os dados que são auditados, demonstrando nossas efetivas ações”, comentou ainda a superintendente de fiscalização e gestão ambiental da Semadur, Gisseli Giraldelli.

Entre os lucros da presença de árvores em área urbana está a possibilidade de reduzir os custos de energia, o gerenciamento de águas pluviais e controle da erosão. Esse programa traz uma rede de líderes que visam criar mais espaços verdes em áreas urbanas, reconhecendo que a maneira mais rápida e fácil de melhorar a copa das árvores de uma cidade e investir em um futuro melhor é plantando cada vez mais mais árvores.

SOBRE 

Com o objetivo de ajudar outras pessoas a entender e usar árvores para resolver vários problemas globais atuais, como o da qualidade do ar; da água; mudança climática; desmatamento; pobreza e fome, a Arbor Day Foundation foi criada em 1972 e hoje é uma das maiores organizações sem fins lucrativos, com dedicação ao plantio de árvores. 

Hoje acumula mais de um milhão de membros, apoiadores e parceiros valiosos e, através deles, cria programas de educação que envolvem  as partes interessadas e comunidades em todo o mundo para se envolverem na missão de plantar, nutrir e celebrar árvores.

 

Leia também

• Capital é premiada com título mundial em sua arborização

• Campo Grande é uma das 59 cidades do mundo mais arborizadas

• 14 de julho recebe árvores de erva mate em nova fase do paisagismo

• Campanha: doe brinquedos e ganhe mudas de árvores nativas visando a arrecadação de presentes