14 de agosto de 2020
Campo Grande 35º 22º

Fetems prevê Assembleia geral para próximo dia 26

A Fetems(Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), vai se reunir em uma Assembleia Geral com mais de 350 trabalhadores e trabalhadoras da educação, entre delegados(as) . A reunião está prevista para o dia 26 de novembro. O objetivo é prosseguir com um estudo para que seja implantada uma política salarial para o magistério. Desde o mês de setembro acontecem as conversas com o governo. O intuito é chegar a um acordo para estabelecer mecanismos que possibilitem a implantação do piso para 20 horas semanais. Segundo o presidente da FETEMS, Roberto Magno Botareli Cesar, sobre a política salarial do magistério o momento é de debate com os dirigentes sindicais. “A nossa proposta continua sendo estabelecer mecanismos que possibilitem a implantação do Piso Salarial do Magistério para 20 horas, conforme o previsto na Lei do Piso Salarial Nacional, n° 11.738, não conseguimos entrar em um acordo com o governo. O governador, André Puccinelli, solicitou um tempo maior para estudar o impacto financeiro na folha de pagamento dos professores e também que aguardemos uma definição do reajuste salarial do Piso Nacional que está em tramite no Congresso Nacional”, explica. Os professores pedem que o piso atual, de R$ 1.810, 05 - corresponde à carga horária de 40 horas - seja referente a 20 horas. Ou seja, os profissionais que trabalham nas escolas teriam os salários dobrados, equivalentes a R$ 3.620,10.