30 de julho de 2021
Campo Grande 20º

Moradores do Monte Castelo reclamam da falta de sinalização no bairro

A- A+

Os moradores do bairro Monte Castelo – região norte de Campo Grande – que estiveram na sessão comunitária da Câmara Municipal realizada hoje na escola municipal Professor Etalívio Pereira Martins reclamaram da falta de sinalização e das poucas opções de lazer que o bairro oferece. Os alunos também pediram por melhorias na escola e incentivos ao esporte.

O tabelião Paulo Carrilho Dias, 50, reclama da falta de sinalização no encontro entre a Rua Rachid Neder e a Rua São Leopoldo, onde está localizada a escola. “Tinha somente uma lombada eletrônica que nunca funcionou e agora até isso eles tiraram”, comenta.

Em nome dos alunos da escola, o estudante do 9º ano, Elias Ferreira, 17, solicitou aos vereadores que fizessem indicações para melhorar a sinalização em frente ao colégio, para a construção de uma passarela para a travessia dos estudantes, aumento na segurança da região, espaços de lazer, além de melhorias no prédio da escola e climatização das salas de aula.

O presidente do conjunto habitacional Tavares do Couto, Evanildo da Silva, 49, conta que há uma área pública de 20 mil m² localizada na Rua Rosa Maria Lopes do Conto esquina com a Rua Alcebíades Barbosa que está abandonada. Ele também reivindica a criação de um centro comunitário para atender a região.

Duas jovens que acompanharam a sessão, mas não quiseram se identificar, reivindicam ainda a diminuição da carga horária dos servidores municipais do administrativo para 20 horas. Segundo elas, a prefeitura não dá nenhuma ajuda de custo para alimentação, transporte ou moradia. “Poderia ter um programa especial para os funcionários por que a gente faz cadastro na Emha (Agência Municipal de Habitação) e nunca sai”, sugere uma delas.

Diana Christie