19 de maio de 2024
Campo Grande 20ºC

CARNAVAL | CAMPO GRANDE

Primeira noite de desfiles das escolas de samba emociona público na Av da capital

As Escolas Herdeiros do Samba, Unidos do Bairro Cruzeiro, Vila Carvalho e Igrejinha emocionaram uma plateia que estava saudosa do Carnaval

A- A+

Nem mesmo a chuva que caiu em Campo Grande afastou o público que foi prestigiar os desfiles das escolas de samba na Avenida Alfredo Scaff, próximo à Praça do Papa. Quatro escolas de samba cruzaram a avenida nessa segunda-feira (20) e com muitas cores e alegria abrilhantaram a primeira noite do evento. As Escolas Herdeiros do Samba, Unidos do Bairro Cruzeiro, Vila Carvalho e Igrejinha emocionaram uma plateia que estava saudosa do Carnaval.

Para garantir o bem-estar dos foliões e a realização do evento, a Prefeitura oferece também apoio e suporte à Lienca (Liga Independente das Escolas de Samba da Capital), com os serviços das equipes de segurança, limpeza, iluminação e organização do trânsito para que o Carnaval 2023 ocorra da melhor maneira nos dias de festa.

 

Para isso, o Carnaval conta com o apoio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Sectur), da Agetran (Agência Municipal de Trânsito), do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), da Guarda Civil Metropolitana, e das equipes da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública) e da SAS ( Secretaria de Assistência Social).

 

Pelo menos 500 integrantes das escolas de samba participaram do desfile que contou com temas diversos.
A Herdeiros do Samba, composta por crianças e adolescentes e que não concorre ao título, celebrou o centenário de Joaquim Murtinho. A Unidos do Bairro Cruzeiro levou para a avenida a história do perfume. Vila Carvalho trouxe um enredo futurista e Igrejinha fechou a noite homenageando as crianças.

 

“É muito importante que a gente consiga manter viva essa cultura. Campo Grande vem fortalecendo seu carnaval com o passar dos anos e através de um esforço entre Município, Estado, as escolas de samba, além da participação ativa da comunidade, estamos conseguindo fazer deste evento, uma tradição em nossa capital”, afirmou Mara Bethânia Gurgel, secretária municipal de Cultura e Turismo de Campo Grande.


Após dois anos com o carnaval suspenso por causa da pandemia, o retorno do desfile aberto ao público foi um marco para os foliões que gostam de acompanhar a grande festa das escolas de samba. A dona de casa Regina Margareth, disse que não via a hora do reencontro com a folia. “Este tempo sem Carnaval foi muito triste e acredito que hoje todos estejam muito felizes. O desfile de Campo Grande é lindo e eu estava ansiosa pra sentir de novo essa emoção”.

Houve também quem participou pela primeira vez do evento. A fisioterapeuta Fabiane Mesquita levou o esposo e seus dois filhos. “Estou admirada com a estrutura montada. Sempre tive curiosidade em participar, mas ficava receosa por não conhecer. O que estou vendo aqui é uma festa para a família, com muita segurança e organização”.

Na arquibancada, as pequenas Alice da Silva e Heloísa Quadra já estavam com os olhinhos brilhando antes mesmo do desfile começar. Acompanhadas da família, as duas não hesitaram em responder o que mais gostam no Carnaval. “O que nós mais gostamos de ver são os carros alegóricos. A gente vem desde pequenininha e é sempre muito divertido”.

Para além da diversão, houve quem aproveitou a oportunidade para faturar aquele dinheirinho extra em meio a folia. Foi o caso de Nilson Magalhães, que há mais de quinze anos atua como vendedor ambulante nos Carnavais da capital. “Eu gosto muito de trabalhar aqui no desfile, de conversar com o público que vem prestigiar. Eu não pulo Carnaval pois estou sempre trabalhando nessa data, mas é uma ótima oportunidade pra fazer novas amizades e ganhar um extra pra pagar as contas”, afirmou.

 

Nesta terça (21), mais quatro escolas de samba entram em cena para fazer vibrar a avenida. A partir das 20h, na Praça do Papa,  as agremiações da Cinderela,  Deixa Falar, Aero Rancho e Os Catedráticos do Samba fecharão a última noite de desfiles do Carnaval de Campo Grande.

Transporte

O transporte público coletivo opera com plano ‘especial’ para atender o público que deseja prestigiar os desfiles das escolas de samba. Nos dias 21 e 22 foi disponibilizada uma linha especial que sairá da Praça Ary Coelho até a Praça do Papa, o primeiro sairá às 18h do Peg Fácil da 13 de Maio, segue pela 13 de Maio, Rua 7 de Setembro, depois Rua Rui Barbosa, em seguida Rua Maracaju, Avenida Presidente Ernesto Geisel, Rua Marechal Rondon, Avenida Júlio de Castilho, Avenida Presidente Vargas e Rua Zákia Nahas Siufi. E a volta da Praça do Papa é pela Zákia Nahas Siufi, depois Avenida dos Crisântemos, Avenida Júlio de Castilho, Rua Marechal Rondon, Rua 13 de Maio e Peg Fácil da 13 de Maio.