25 de maio de 2024
Campo Grande 13ºC

ARTIGO

A importância da Indústria Mineral para o Mato Grosso do Sul

A- A+

O setor mineral desempenha um papel muito importante na economia do estado do Mato Grosso do Sul. Embora a matriz econômica do estado seja bastante diversificada, com destaque para a agricultura, a celulose e o comércio, a atividade de mineração tem contribuído significativamente para o desenvolvimento econômico da Região do Pantanal (Corumbá e Ladário), onde temos a maior jazida de manganês de alto teor  do Brasil e a terceira maior reserva de Ferro de alto teor do Brasil; da Região da Serra da Bodoquena (Miranda, Bodoquena Bonito, Jardim e Bela Vista), temos as maiores reservas de calcários dolomitico e calciticos do Brasil e da Região Central do Estado, com agregados da Construção Civil (agua mineral, areias, cascalhos, argilas e britas).

Apesar do grande potencial do setor mineral, o estado enfrenta alguns desafios e gargalos em relação ao escoamento da produção. A infraestrutura rodoviária da BR-262 que liga da barranca do Rio Paraná até o Rio Paraguai (Corumbá e Ladário), precisando urgentemente de duplicação de Três Lagoas a Campo Grande, e da capital até Corumbá, reforma e construção da terceira faixa, a Malha ferroviária, que será relicitada e a fluvial que precisamos fazer algumas correções, e estamos aguardamos licença do Ibama., sanando estes problemas que dificultam o transporte dos minérios e encarece os custos de produção. Esse cenário evidencia a necessidade de investimentos nos modais de logística para que a atividade mineradora possa se desenvolver plenamente e gerar mais riqueza para o estado e o Brasil.

É importante destacar que a exploração dos recursos minerais deve ser realizada de forma responsável e sustentável, visando preservar o meio ambiente e garantir a segurança dos trabalhadores envolvidos na atividade. A mineração é uma atividade de médio e alto risco, e a implementação de medidas de segurança deve ser uma prioridade para as empresas do setor.

Além disso, o MS conta com pesquisas em andamento para a exploração de outros minerais como titânio, cobre, ouro, gemas, lítio e terras raras, segundo dados da ANM- Agencia nacional de Mineração, o que pode contribuir ainda mais para o crescimento do setor em um futuro bem próximo. Em resumo, o setor mineral tem grande importância para a economia do estado do Mato Grosso do Sul, com potencial para se expandir ainda mais com o desenvolvimento de novas pesquisas e investimentos em infraestrutura e gerando riquezas para as cidades. No entanto, é preciso atentar para os desafios que ainda existem em relação ao escoamento da produção e a segurança das barragens que estão a cargo da ANM, que criou uma coordenadoria em Brasília especifica para fiscalizar barragens.

AUTOR: *Vander Loubet cumpre o 6º mandato como deputado federal. Foi um dos fundadores do PT em MS e militou no movimento estudantil e no sindicalismo bancário. Atualmente ele é o coordenador da bancada federal  de MS em Brasília. Também é um dos vice-presidentes da  Frente Parlamentar Brasil-China.