16 de abril de 2021
Campo Grande 32º 20º

Calote

Bernal garante pagamento a empreiteiras até final de janeiro e nega ameaças de suspensão de serviço

Depois de ser indiretamente responsabilizado pelo atraso no pagamento da rescisão contratual de 34 trabalhadores demitidos da empresa Selco Engenharia, em novembro de 2015, o prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), informou nesta quarta-feira (20) que vai pagar o valor devido à Selco e demais empreiteiras contratadas para execução de serviços de “Tapa-Buraco” até fim deste mês. A Selco (leia aqui) justificou atraso no pagamento das rescisões devido à falta de pagamento de Prefeitura.

Bernal negou que empresas tenham ameaçado suspender serviços diante da falta de pagamento. “Isso foi especulação, não houve ameaça de paralisar serviço, pelo contrário, conversamos hoje com empresas e a partir de amanhã, as haverá mais equipes na rua, pois as empresas se comprometeram a triplicar número atual”.

O prefeito não explicou o motivo pelo qual pagamento da primeira parcela da Tapa-Buraco, previsto para dia 12 deste mês não foi pago, mas garantiu que vai repassar às empresas valor superior aos R$ 2 milhões previamente estabelecidos. No dia 11 de novembro de 2015, Bernal anunciou contratação de cinco empreiteiras para realizar, durante três meses, serviços de “Tapa-Buraco” ao custo total de R$ 6 milhões.