25 de novembro de 2020
Campo Grande 34º 23º

OPERAÇÃO LUME

Blogueiro bolsonarista preso em MS deixa cadeia com restrições

Blogueiro bolsonarista preso em MS deixa cadeia com restrições

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu libertar neste domingo (5.julho) o blogueiro bolsonarista Oswaldo Eustáquio, preso em Campo Grande, em Mato Grosso do Sul, na 6ª-feira (26.junho) no desdobramento do inquérito que apura o financiamento de atos antidemocráticos no Brasil, no âmbito da Operação Lume, que apura financiamento e organização de atos antidemocráticos para a volta da ditadura militar e fechamento do Congresso Nacional e Supremo Tribunal Federal (STF).

Eustáquio, que é ligado a Sara Winter, e ficou preso cerca de duas semanas. Moraes renovou a prisão temporária por mais cinco dias a pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) no último dia 30 de junho.

Moraes também atendendo recomendação feita pela PGR decidiu pela soltura de Eustáquio, no entnato, o ministro do STF impôs uma série de restrições.

O blogueiro está proibido de manter contato, inclusive telefônico e por redes sociais, com todas as pessoas que também são investigadas no mesmo inquérito, incluindo ativistas de direita, empresários e outros blogueiros.

O bolsonarista também está proibido de frequentar as redes sociais, apontadas como “meio da prática dos crimes hora sob apuração”, diz a decisão de Moraes. Há também proibição de se aproximar menos de 1 quilômetro da Praça dos Três Poderes, em Brasília, ou das residências dos ministros do STF.

Eustáquio, já foi assessor da ministra dos Direitos Humanos, Damares Alves, durante o governo de transição. A mulher dele segue trabalhando no ministério.

Ele também não pode “mobilizar, integrar ou organizar manifestações de cunho ofensivo a qualquer um dos poderes da república, seus integrantes ou que incitem animosidade das Forças Armadas contra qualquer instituição de estado”, continua a decisão.

A Polícia Federal prendeu o ativista bolsonarista após ele indicar que estaria deixando o País para um "um trabalho jornalístico", no entanto, uma hora após a afirmação, o blogueiro foi localizado na Capital do Estado.