17 de abril de 2024
Campo Grande 21ºC

CASO WESNER MOREIRA

Condenado a 12 anos de prisão, William é preso por matar adolescente em lava jato

Inseriu mangueira de ar no ânus do menor e ligou o compressor

A- A+

William Enrique Larrea, de 37 anos, foi preso na 3ª.feira (27.fev.24), em Campo Grande (MS).

Segundo a justiça sul-mato-grossense, William e Thiago Giovanni Demarco Sena, de 27 anos (ainda foragido), são condenados a 12 de prisão cada, pelo assassinato de Wesner Moreira da Silva, de 17 anos. 

De acordo com os investigadores, a vítima trabalhava num lava jato localizado na Avenida Interlagos, na Vila Morumbi, na Capital. O empreedimento é de propriedade de Thiago. 

No dia do crime, 3 de fevereiro de 2017, Wesner chegou a ser socorrido, ficou 11 dias internado na Santa Casa da Capital e faleceu no dia 14 de fevereiro de 2017.  

A dupla assassina foi condenada em março de 2023, porém estavam recorrendo em liberdade. 

Em 16 de fevereiro de 2024, esgotaram-se as oportunidades de recurso, ocasião em que o juiz Carlos Alberto Garcete, da 1ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande, mandou prender os condenados.  

William foi capturado após 11 dias foragido. Thiago, porém, ainda é procurado.  

Na manhã desta 4ª.feira (28.fev.24), Willian foi encaminhado ao Centro de Triagem Anísio Lima, onde cumprirá a pena.