27 de outubro de 2020
Campo Grande 28º 22º

Depois de Lula, Aécio Neves dá carta branca para aliança entre PSDB e PT no MS

Depois do aval do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT), para a formação de uma “chapa branca” entre o petista senador Delcídio do Amaral e o tucano Reinaldo Azambuja nas eleições de 2014, o presidente do diretório nacional do PSDB, senador Aécio Neves, também deixou esta decisão nas mãos do diretório estadual.

“Nós tivemos várias etapas que foram rompendo para essa possibilidade. Tanto por parte do PT, com a vinda do Lula, e também o Aécio que deixou para a executiva do partido aqui no Estado tomar as decisões do encaminhamento político. A decisão é do diretório estadual”, afirmou o deputado federal Reinaldo Azambuja.

Segundo Azambuja, ainda há certa resistência entre algumas correntes de ambos os partidos, mas tudo caminha para uma aliança. “Temos conversas com o partido dos trabalhadores, trabalhando a possibilidade de aliança. Ninguém é unanimidade. Na sexta-feira, eu e o Delcídio estivemos com o Zeca (do PT, vereador). Foi uma conversa muito boa. Ele entende que tem mais pontos que nos unem do que nos afastam”.Além disso, Azambuja ressalta que a presença do senador Delcídio em diversas etapas do programa “Pensando MS” reforça ainda mais esta possibilidade.

Apesar de dar todos os sinais de concretizar a aliança, o deputado afirma que a decisão definitiva somente em fevereiro ou março de 2014. Azambuja participou da entrega de equipamentos para prefeituras do interior que serão utilizados na manutenção das estradas vicinais e no apoio às atividades da agricultura familiar. A solenidade aconteceu na Associação Esportiva e Cultural Nipo-Brasileira.

Diana Christie e Clayton Neves