14 de agosto de 2020
Campo Grande 35º 22º

Deputada rebate vereador e acusa Funai e Cimi de incitar índios ao confronto

A deputada estadual Mara Caseiro (PT do B) rebateu na manhã de hoje as declarações do vereador Zeca do PT, que recentemente afirmou à equipe do MS Notícias que o leilão da resistência, organizado por produtores rurais, seria apenas uma extravagância e desculpa para que eles pudessem fazer uma milícia. Sobre as afirmações a deputada foi direto ao ponto. “O vereador Zeca está equivocado, até porque quem está fazendo milícia é o Cimi [Conselho Indigenista Missionário] e a Funai [Fundação Nacional do Índio]”, disse.

Segundo a Deputada tanto o Conselho quanto a Fundação incitam a violência e influenciam a população indígena a tomar atitudes violentas e invasivas. “Essas instituições pregam que o índio entre e promova a guerrilha, eles propagam a ideia de confronto, quando na verdade o que a população indígena quer é ter dignidade, boas condições de saúde, alimentação, vestimenta e não somente a terra”, afirma.

Mara explica ainda que a real intenção do leilão da resistência é executar por vontade e recursos próprios o trabalho que deveria ser feito pelo poder público. “Os produtores estão sendo prejudicados e já que a União não os protege, é preciso encontrar meios para isso. Não temos a intensão de tirar a vida de ninguém, pelo contrário queremos apenas nos proteger até porque não somos contra o índio e sim contra o desrespeito as leis”, completa.

Clayton Neves