10 de agosto de 2020
Campo Grande 32º 19º

Zé Teixeira critica Zeca do PT por defender índios

O deputado estadual Zé Teixeira (DEM) criticou na manhã de hoje as declarações do vereador Zeca do PT em relação ao “leilão da resistência”, que será realizado por produtores rurais no dia 7 de dezembro em Campo Grande. Em seu discurso na tribuna da Assembleia Legislativa, o deputado utilizou uma matéria produzida pelo MS Notícias em que Zeca dizia que o leilão dos produtores na realidade era uma desculpa para criar uma milícia. Descontente com a afirmativa o deputado rebateu. “O Zeca foi infeliz em sua fala, ele já foi governador e conhece os produtores rurais e está vendo o que os índios estão fazendo”, disse.

Zé Teixeira aproveitou ainda pra ressaltar que a real intensão do leilão é fazer o trabalho que deveria ser feito pelo governo. “É necessário fazer um leilão pra investir na segurança das propriedades, tendo em vista que o Estado está ausente e nossas terras sendo invadidas por índios que andam armados e agridem as pessoas. Nosso objetivo é proteger nossas terras”, afirma.

Em defesa do companheiro de partido, o deputado estadual Pedro Kemp (PT), utilizou a palavra e afirmou que tanto índios quanto produtores estão cansados da falta de atitude por parte da União. O deputado ressaltou que Zeca do PT está preocupado com a situação dos conflitos no Estado e que chegou até a cobrar providências do governo.

Em sua fala, Kemp ainda fez uma crítica ao governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (PMDB), dizendo que o governador deveria “acampar em Brásilia para reivindicar a situação e insistir que os conflitos de fato sejam resolvidos”. A critica se estendeu também ao ministro da justiça, José Cardoso, que para o deputado até o momento “não fez nada para proteger os índios e produtores”.