29 de maio de 2024
Campo Grande 14ºC

CHEFE DA SEGOV

'Filho do interior', Caravina reforça municipalismo na gestão Riedel

Será necessário um trabalho conjunto para atingir diretriz do governo

A- A+

Pedro Arlei Caravina surgiu na política no interior de Mato Grosso do Sul e também foi lá que acumulou experiências como delegado de Polícia Civil e posteriormente prefeito de Bataguassu (MS). Agora secretário de Estado de Governo e Gestão Estratégica (Segov), Caravina diz que deve trabalhar para reforçar a gestão municipalista prometida pelo governador Eduardo Riedel (PSDB).

Além de prefeito por dois mandatos, Caravina também presidiu a Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul), também duas vezes eleito. Em entrevista, Caravina explica que tais experiências são os elementos que pavimentam a gestão Riedel em direção ao inclusivo, próspero, verde e digital. “O viés municipalista é uma das bandeiras que vai continuar sendo perseguida na gestão do governador Eduardo Riedel. Foi um marco da gestão passada e mostrou que dá resultado positivo. O fato de ter sido prefeito por oito anos e presidente da Assomassul facilita esse trabalho. Conheço a realidade dos municípios, convivi com prefeitos. Entendo até que esse foi um dos motivos do convite do governador Riedel para que eu faça parte do Governo, por essa facilidade de acesso com os prefeitos. Vamos continuar trabalhando por isso, facilitando essa interlocução com municípios, e fazendo as entregas necessárias para a população de Mato Grosso do Sul”, introduz.

Para Caravina, a Segov é a secretaria que faz a interlocução com as demais secretarias, sendo assim uma secretaria facilitadora para que as pastas consigam executar suas políticas públicas, dentro do programa de contrato de gestão. “É nesse programa onde as secretarias recebem e discutem suas demandas a cada ano, e o papel da Segov é se aproximar, fazer essa interlocução e facilitar o trabalho de cada uma das secretarias. Então, o que se pode esperar é uma Secretaria de Governo e Gestão Estratégica bastante atuante, bem próximo das demais secretarias de Estado”, promete.

Para alcançar a diretriz do governo: “inclusivo, próspero, verde e digital”, Caravina avalia que será necessário um trabalho conjunto. No caso do “Verde”, ele   avalia o importante papel da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Semadesc). “Quando você fala em Estado verde, existem algumas demandas que serão cumpridas na Semadesc (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação), que é uma pasta que envolve o meio ambiente”, explica.

Quanto às responsáveis pelo “digital”, o secretário cita o papel chave da a Secretaria-executiva de Transformação Digital. “Que vai centralizar todas essas ações voltadas ao Governo Digital, à modernização e digitalização dos serviços do Estado, facilitando o acesso para a população sul-mato-grossense. Tudo será tratado em conjunto, com cada secretaria de Estado dentro de sua área de atuação”, completa.

Para o chefe da Segov, a gestão Riedel pretende entregar à população um estado ainda mais moderno. “Um Estado ainda mais responsável e ainda mais voltado à entrega de políticas públicas. Esse é o principal objetivo desse novo Governo, com modernidade, inclusão, prosperidade, transformando o Estado em mais digital, mais verde, mas principalmente na aplicação de programas voltados para melhorar a vida das pessoas. Dentro de nosso programa de trabalho temos a continuidade do viés municipalista, atendendo as pessoas onde elas estão, nos municípios. Vamos continuar fazendo essas parcerias com prefeituras e, além de entregas, agora teremos também a contrapartida através dos contratos de gestão. Os municípios deverão entregar melhorias nos indicadores de saúde, educação, assistência social, enfim, tudo aquilo que melhora a vida das pessoas nas cidades”.

Segundo Caravina, as Parcerias Público Privadas (PPPs) – em ações que deram resultados positivos – devem ser continuadas e ampliadas nos próximos 4 anos.  “Essas parcerias externas deram resultado positivo. Temos a concessão do saneamento, que deve universalizar o acesso nos próximos anos, temos a Infovia que vai ser executada durante esse mandato e vai melhorar o acesso à internet em todo Mato Grosso do Sul. São várias, que vão continuar pois mostraram que são eficientes”, esclarece.

Ainda segundo Caravina, sua experiência de trabalho ao lado de Riedel na Secretaria de Infraestrutura (da gestão Reinaldo Azambuja) é um ponto positivo no entrosamento de trabalho em prol de MS.  “Certamente um impacto positivo, tanto a curto, médio e a longo prazo. Trabalhamos juntos na antiga Seinfra e tivemos logo sintonia na forma de pensar sobre a gestão eficiente, gestão de resultados. Tenho certeza de que por conta dessa sintonia vou conseguir fazer esse trabalho de interlocução, de aproximação, sobre aquilo que pensa o governador com as demais secretarias, transformando as políticas públicas que ele colocou em seu plano de Governo em realidade em todas as áreas”, avalia.

Finalizando, o chefe da Segov se diz otimista e preparado para os desafios.  “Nosso sentimento agora é de otimismo, prontos para o trabalho de um Governo que vai trazer mais modernidade, buscar mais eficiência, ser enxuto e trazer de forma responsável melhorias à população. Temos grandes desafios em várias áreas. Avançamos, mas precisamos avançar ainda mais. Um exemplo é a educação, onde temos o programa de escolas de tempo integral para ser implantado em todo o Estado. Essa é uma meta desta gestão. A Segov vai trabalhar para facilitar isso e facilitar tudo o que foi pensado para este Governo. Vamos facilitar tudo para que cada pasta possa fazer suas entregas”.

Fonte: *Com texto de Nyelder Rodrigues, Comunicação do Governo de MS.