19 de maio de 2024
Campo Grande 20ºC

ELEIÇÕES 2022

Genial/Quaest: Lula vai a 46% e abre vantagem de 13 pontos

Brasil está a quatro dias do 1º turno da eleição presidencial

A- A+

Lula (PT) tem 46% das intenções de votos e abriu uma vantagem de 13 pontes sobre o 2º colocado, Jair Bolsonaro (PL), que marcou 33%, na nova rodada da pesquisa Genial/Quaest divulgada nesta quarta-feira, (28.set.22).

O Brasil está a quatro dias do primeiro turno da eleição presidencial. Se considerado apenas os votos válidos — sem contar brancos, nulos e indecisos — Lula tem 52% e Bolsonaro, 36%. A lei eleitoral brasileira determina que uma vitória sem necessidade de 2º turno é alcançada quando um candidato recebe 50% mais 1 dos votos, ou seja, quando tem percentual maior do que os demais somados.

A pesquisa foi realizada entre 24 e 27 de setembro e entrevistou 2 mil eleitores presencialmente.

No 1º turno, em 3º lugar estão Ciro Gomes (PDT) e Simone Tebet (MDB), que têm 6% e 5%, respectivamente. Soraya Thronicke (União Brasil) tem 1% das intenções de voto. Os demais candidatos não pontuaram. Indecisos são 5% e 4% dizem que votam branco, nulo ou não pretendem comparecer às urnas. O gráfico: 

Lula ganhou pontos entre as mulheres (de 45% a 47%), enquanto Bolsonaro ficou estável no segmento. Entre homens, Lula cresceu três pontos e agora é o candidato preferido de 45% deles. Já o chefe do Executivo caiu de 39% para 35%.

A pesquisa também identificou que quase oito em cada dez brasileiros (79%) tem o voto como definitivo — 24% dos entrevistados dizem que mudaria o próprio voto para eleger o ex-presidente Lula no 1º turno. Essas movimentações de Lula positivamente confirmam as mostras da Ipec e da FSB/BTG divulgadas aqui no MS Notícias nesta semana. Além disso, a mesma movimentação positiva foi apontada nas pesquisas Datafolha e XP/Ipespe.

O levantamento de hoje da Quaest está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número o BR-04371/2022. A margem de erro é de 2 pontos porcentuais para mais ou para menos. A pesquisa custou R$ 125.896,48 pagos pelo Banco Genial S.A. Veja a íntegra dos custos.  

Felipe NunesDiretor da Quaest, professor da UFMG, especialista em pesquisa de opinião e redes sociais, disse que essa é a penúltima pesquisa de opinião do instituto no 1º turno das eleições: "Publicamos hoje a penúltima pesquisa Genial/Quaest para a corrida presidencial. Lula amplia para 13 pts a vantagem sobre Bolsonaro e tem chance matemática de vencer no primeiro turno. Lula tem 46% (50,5% validos) e Bolsonaro 33% (36,3% válidos)", disse no Twitter.  

Segundo Nunes, a subida de Lula acompanha sua melhor performance nos votantes do Nordeste do Brasil. "A ampliação da vantagem de Lula é explicada pela melhora do ex-presidente no Nordeste (65 x 19) e entre os mais pobres (56 x 24)", explica. O gráfico:

O pesquisador explica que Bolsonaro, por outro lado, perdeu espaço entre os homens (45 x 35) e estagnou entre os evangélicos (30 x 50). O gráfico: 

"Lula já tem, na margem de erro da pesquisa, vantagem matemática para vencer a eleição no primeiro turno, o voto útil pode ampliar essa possibilidade. Entre eleitores de Ciro, Tebet e outros candidatos, 24% mudariam o voto para Lula vencer no 1º turno", explica. O gráfico: 

Dos eleitores de Ciro, 27% mudariam o voto para Lula vencer no 1º turno (ou seja, 1,62 pontos); dos eleitores de Tebet, 30% disseram que poder mudar voto (ou seja, 1,5 pontos). Isso daria para Lula 49,12% dos votos totais, ou 53,9% de votos válidos. O gráfico: 

Em caso de um eventual segundo turno, Lula venceria Bolsonaro de 52% a 38%. O gráfico: 

"A vitória de Lula no 2º turno aconteceria porque os eleitores de Ciro e Tebet, hoje, acham que eles deveriam apoiar Lula no 2º turno", esclarece Nunes. O gráfico: 

Outro fator que pesa negativamente para o atual mandatário é que nos últimos 15 dias, a rejeição de Bolsonaro passou de 52 para 55%, enquanto a rejeição de Lula passou de 47 para 44%. O gráfico: