29 de maio de 2024
Campo Grande 14ºC

PLANO 100

Governo Lula dá prioridade a 26 projetos e libera R$ 425 milhões para MS

Estado é um dos beneficiados no plano de 100 Dias do governo federal

A- A+

O governo do presidente Lula (PT), colocou 26 projetos de obras sul-mato-grossenses na lista de prioridades dentro do Plano de 100 Dias da gestão. Dentro dos 100 dias, o Governo Federal vai enviar R$ 425 milhões aos cofres do governo do estado.

“Trouxemos um amplo arco de investimentos de rodovias que vínhamos falando das BRs 262, 267, relicitação da 163, o acesso à Rota Bioceânica. Estamos falando de R$ 984 milhões de investimentos, R$ 93 milhões na alça, que vai agora para fase de licitação agora, para que a gente tenha esse sonho concretizado”, celebrou o governador de Mato Grosso do Sul, Eduardo Riedel (PSDB).  

O volume de intervenções previstas para o estado foi apresentado na 5ª.feira (9.fev.23) pelo ministro dos Transportes, Renan Filho, em reunião com o governador de MS, parlamentares sul-mato-grossenses e a ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet.

A ministrra do Planejamento Simone Tebet ao lado de Riedel em Brasília. Foto: Ministério dos TransportesA ministrra do Planejamento Simone Tebet ao lado de Riedel em Brasília. Foto: Ministério dos Transportes

Estão no radar dos beneficiados por esse envio de verba da gestão petista, os produtores agrícolas, por meio de obras que devem melhorar as BRs 262/MS, 267/MS, 376/MS e 158/MS, que são essenciais para o escoamento de grãos e pecuária.  

Segundo o ministro Filho, terão continuidade também as obras do Contorno Rodoviário de Três Lagoas, que interliga a BR-158/MS à BR-262/MS. A obra envolve vários trechos e subtrechos de construção rodoviária na divisa entre Mato Grosso do Sul e São Paulo, que totalizam 26,46 quilômetros de extensão de melhorias.

Também terá prosseguimento o trabalho de adequação da capacidade da BR-262/MS, que vai da divisa do estado com São Paulo até a fronteira do Brasil com a Bolívia, por uma extensão de 187,10 quilômetros. Na BR-463, serão retomadas obras de eliminação de pontos críticos na Travessia Urbana de Dourados e na fronteira do Brasil com o Paraguai, por Ponta Porã.

Até abril, o governo Lula disse que devem ser iniciadas as obras de restauração do pavimento, com adequação da capacidade, na BR-267/MS — as melhorias vão dos Km 577 ao 678,10. Na BR-359/MS, os serviços de conservação e manutenção contemplam dois trechos, entre os Kms 17,10 e 104,90 e do KM 104,90 ao 223,70. Trabalhos similares aos que serão realizados na BR-262, do Km 366,80 ao 489,60 e do Km 489,60 ao 603,50.

Governador Eduardo Riedel encontra o ministro dos transportes Renan Filho  Foto Marcio Ferreira  Ministerio dos TransportesGovernador Eduardo Riedel encontra o ministro dos transportes Renan Filho – Foto Marcio Ferreira – Ministerio dos Transportes

Haverá também, serviços de microrrevestimento e de correção de defeitos em três trechos da BR-060/MS; dois nas BRs-267/MS e 376/MS; e um trecho nas BRs-262/MS, 419/MS e 463-MS. Haverá nova contratação do serviço para dois segmentos da bR-267/MS, que também passará por obras de conservação e de reparos profundos entre os Kms 578 e 678.

O secretário Jaime Verruck também participou do encontro. Foto Marcio Ferreira - Ministério dos TransportesO secretário Jaime Verruck também participou do encontro. Foto Marcio Ferreira - Ministério dos Transportes

OUTROS VALORES PLEITEADOS PELO GOVERNO DE MS

  • R$ 984 milhões para a alça de acesso da Rota Bioceânica, anel viário de Três Lagoas e revitalização das rodovias BR-267 e BR-262;
  • R$ 100 milhões para a alça de acesso da Rota Bioceânica, o que garantirá acesso a ponte sobre o Rio Paraguai, na divisa entre Porto Murtinho e Carmelo Peralta.
  • R$ 93 milhões vão para o anel viário de Três Lagoas, na Costa Leste de MS.

OBRAS DE ARTE ESPECIAIS

Será feita também com a propulsão do Governo Federal, a manutenção de pontes, pontilhões, viadutos e travessias — as chamadas obras de arte especial. Novas licitações para a adequação de estruturas começam a ser lançadas ainda neste mês. São 70 na região do município de Anastácio e outras 22 na região de Dourados/Jardins.

Completam o pacote novas contratações de supervisão e apoio à fiscalização de serviços de manutenção e restauração da malha rodoviária federal no estado, além da implantação de dispositivos de segurança e de sinalização em 2.981,2 quilômetros de estradas federais no estado, por meio do programa BR-Legal 2.

EM TODO O BRASIL

O Plano de 100 Dias terá cerca de R$ 1,7 bilhão para retomar e intensificar obras, preparar rodovias para o período de chuvas, garantir o escoamento da safra agrícola e diminuir o número de acidentes graves em todo o país.

Com o valor, será possível entregar 861 quilômetros pavimentados, revitalizados e sinalizados até abril de 2023. No período, 72 pontes e viadutos serão renovados. Haverá, ainda, a retomada de mais 670 quilômetros de obras hoje paradas por falta de verbas: nelas, estão previstas revitalização, construção e adequação de segmentos críticos.