02 de maro de 2021
Campo Grande 33º 21º

Eleições 2016

Bernal ameniza eventual disputa com André e Zeca e diz que 'povo sabe quem é quem'

Faltando pouco mais de seis meses para início do pleito 2016, as especulações em torno de possíveis candidatos a prefeito (a) em Campo Grande não param e, nomes como Alcides Bernal (PP), atual prefeito, André Puccinelli (PMDB) e Zeca do PT frequentemente são citados pelo população e pela imprensa.

Puccinelli, que já foi prefeito da Capital por dois mandatos, diz que não quer ser candidato e recentemente tem flertado com outro ex-prefeito, Nelsinho Trad, ex-PMDB recém empossado presidente do PTB em Mato Grosso do Sul.

Zeca que havia anunciado pré-candidatura voltou atrás depois dos escândalos envolvendo senador Delcídio do Amaral, do PT, que está preso desde novembro de 2015. O deputado federal passou a defender possível aliança entre Partido dos Trabalhadores e PSB de Ricardo Ayache, ex-petista. 

Mas, como em política tudo é possível, ninguém descarta a possibilidade de disputa entre Puccinelli, Zeca e Bernal, o que certamente, provocaria intensos debates políticos uma vez que três representam correntes partidárias rivais, que, em certas situações, beiram relação pessoal de rivalidade.

No entanto, para Bernal, parece que esse quadro político não deve se desenhar. O progressista, embora insista em dizer que está focado em administrar Campo Grande não pensa nas eleições ainda, retomou, durante agenda pública na manhã desta sexta-feira (29), discurso antigo, com certo tom de campanha. Questionado sobre possível disputa com André e Zeca, Bernal afirmou que população sabe quem é quem e que Zeca e André são nomes "do passado", que ambos já prestaram seus serviços para Campo Grande.

"A eleição vai acontecer de forma natural, o povo sabe quem é quem. Todos têm direito de ser candidato. Acho que André e Zeca são pessoas que já fizeram o que deveriam fazer. Já cumpriram seu papel".