21 de janeiro de 2021
Campo Grande 28º 21º

Promotor critica famílias que não impõe limites aos jovens

Tayná Biazus

Na manhã de hoje, na AL (Assembleia Legislativa) aconteceu a solenidade de abertura da Semana Nacional de Trânsito, promovida pelo Detran/MS (Departamento Estadual de Transito).

Participou da solenidade o promotor de justiça e presidente do Conselho Estadual Antidrogas de Mato Grosso do Sul, Sérgio Fernando Harfouche, que na oportunidade conversou com os participantes sobre a situação em que o trânsito não só da Capital, mas nacional se encontra.

O promotor apresentou gráficos que mostraram a precocidade de uma criança ou jovem ser influenciada pelo álcool. Sérgio defende também que, para haver a diminuição de acidentes e mortes no trânsito, o desenvolvimento de responsabilidade deve vir de casa, desde a infância.

Atualmente os jovens e adolescentes acreditam ter somente direitos, e não mais deveres. Isso faz com que desrespeitem os mais velhos, os próprios pais e seus educadores nas escolas que frequentam.

A televisão tem sido o meio de comunicação que influencia o jovem no uso de bebidas alcoólicas, através de propagandas inapropriadas com mensagens subliminares, além de muitas campanhas, jogos ser patrocinados por marcas de bebidas.

O promotor acredita que, a partir do momento em que propagandas e campanhas em prol da bebida alcoólica começarem a ser elimidadas, o consumo do produto irá diminuir, como aconteceu com o consumo do cigarro, no momento em que foram banidas diversas propagandas vinculadas na televisão e de outras maneiras.

Para o promotor, no momento em que a família impõe limites a diferença acontece, pois é a partir do resgate de valores que esses jovens não ficarão expostos a comportamentos de risco.