05 de dezembro de 2021
Campo Grande 33º 23º

Sessão de julgamento de Bernal poderá contar até com a PRF

A- A+

O presidente da Câmara Municipal, vereador Mario Cesar (PMDB), informou na manhã de hoje que solicitou ajuda da polícia militar, da guarda municipal e até da PRF (Polícia Rodoviária Federal) para garantir a segurança da sessão de julgamento que pode cassar o mandato do prefeito Alcides Bernal (PP) nesta quarta-feira.

“Temos informações que ele (Bernal) vai trazer pessoas de outros lugares porque Campo Grande não vai ter adesão”, justificou. Segundo o vereador, o prefeito pode convocar pessoas que vivem nos assentamentos e que moram nas cidades vizinhas da Capital para protestar em seu favor como aconteceu na primeira tentativa de julgamento, dia 26 de dezembro do ano passado.

Sobre a informação veiculada nos bastidores da política de que o senador Delcídio do Amaral (PT) tenha deixado de apoiar o prefeito e sugerido o rompimento com a base aliada, Mario Cesar afirmou que foi uma atitude “louvável”, pois o senador teria tentado ajudar Bernal, mas ele recusou-se a ser ajudado.

Mario Cesar garante ainda que pretende votar com a bancada peemedebista e que a Casa de Leis está fazendo todo o possível para notificar o prefeito e cumprir com as obrigações legais. “Pode ir ele (Bernal) ou o advogado dele. Se nenhum deles comparecer, nós já designamos uma procuradora de carreira da Câmara para apresentar a defesa dele. Doutora Idemir Moura”, explicou.

O vereador esteve hoje na governadoria para comunicar ao governador André Puccinelli (PMDB) sobre os ofícios encaminhados à secretaria de segurança pública solicitando reforço policial para a sessão de julgamento. Devido à agenda lotada do governador, Mario Cesar protocolou os ofícios direto na secretaria.

Diana Christie