21 de abril de 2021
Campo Grande 32º 18º

Vereadora se defende das acusações sobre policiais: 'não solicitei segurança, não pedi nada'

A- A+

A vereadora Luíza Ribeiro (PPS) se defendeu, novamente, sobre presença de policiais à paisana na Câmara de Campo Grande. Sobre a veiculação de vídeo com imagens do circuito interno de câmeras da Casa de Leis em que Luiza aparece conversando com um dos policiais, a vereadora reiterou que não pediu proteção.

"Eu cheguei na Câmara e fui abordada por aquelas pessoas, não solicitei segurança, não pedi nada e se precisasse pediria para a Casa”, diz Luiza. 

O caso aconteceu no dia 22 de outubro e gerou grande confusão e polêmica na Câmara dos vereadores de Campo Grande, quando a equipe de segurança da Casa pediu para policiais que não permanecessem armados no plenário. Os dois agentes deixaram o local, retornaram sem armas e foram para sala reservada onde aconteceu uma reunião entre vereadores e presidente em exercício, vereador Flávio César (PTdoB). Porém, não se sabe se eles eram civis ou militares.

Segundo apurou MS Notícias na época do acontecido os agentes estariam no local para fazer segurança da vereadora Luiza Ribeiro (PPS).

Porém a vereadora nega que essa informação seja verdadeira, e depois da divulgação de um vídeo em que ela aprece cumprimentando os homens ela ainda afirma “Minha funcionaria atendeu pois levaram um ‘documento de emprego’ mas não conhecia e reafirmo que não pedi segurança".