21 de abril de 2021
Campo Grande 32º 18º

Votação de vetos do governo pode ser adiada no Congresso Nacional

A- A+

A votação dos vetos presidenciais, que em sua maioria referem-se a projetos que oneram as contas públicas pode ser adiada no Congresso Nacional. De acordo com a Câmara dos Deputados o governo não tem votos para barrar a aprovação de matérias que  criam despesas para a União.

Temendo um possível rombo, lideranças de partidos já consideram a hipótese de adiar a votação dos textos. As matérias estão pautadas para apreciação nesta terça-feira (22).Segundo o líder do PSC na Câmara, Sílvio Costa (PE) caso haja quórum, o governo pode “ correr o risco” de os vetos serem derrubados por deputados e senadores.  

Para o deputado, a possibilidade de uma negativa na manutenção dos vetos não será gerará impacto na economia brasileira negativo, principalmente, conforme o deputado, pelas agências de classificação de risco internacionais.

Ontem (21), durante reunião no Palácio do Planalto  11 lideranças de partidos da base aliada, e o  ministro das Comunicações, Ricardo Berzoini, tiveram acesso a uma tabela com cálculos do governo sobre os impactos que a derrubada dos vetos traria às contas públicas: R$ 127,8 bilhões em pouco mais de quatro anos.

De acordo com os deputados para que o governo não saia perdendo será necessário uma “força-tarefa” para convencer os parlamentares da “inoportunidade” de derrubar os vetos e não aprovar “nada que cause um descalabro”.