18 de abril de 2021
Campo Grande 30º 19º

Acusados de matar e queimar mulher no Parque dos Poderes foram a júri nesta quarta

Foi realizado na manhã desta quarta-feira (04), pela 2ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande, o julgamento de Fernando Augusto dos Reis Guimarães, 26 anos, e José Carlos da Silva, 28, acusados pelo assassinato de Viviane Rodrigues Matos, de 31 anos, em setembro de 2013, em uma boate da capital.

De acordo como Ministério Público, os dois teriam praticaram inúmeras agressões físicas contra Viviane até deixá-la incapacitada. Em seguida, a conduziram até o Bairro Chácara dos Poderes, onde teriam esfaqueado seu pescoço e depois ateado fogo ao corpo da jovem para dificultar seu reconhecimento.  Segundo a denúncia  os réus dificultaram  a defesa da vítima por estarem em maioria, e praticaram o crime quando Viviane estava totalmente indefesa, produzindo-lhe sofrimento físico e psicológico desnecessário.

No julgamento, os réus disseram ao juiz Aluízio Pereira dos Santos que confessaram o crime sob tortura e negaram suas participações no crime.

A mãe de Viviane, que acompanhou o julgamento, Heloísa Ribeiro dos Santos, 56 anos, disse que está indignada e afirmou que os acusados estão mentindo para o juiz. Ela disse que acompanhou as investigações e espera que os dois tenham a condenação máxima.

O corpo de Viviane foi encontrado no dia 06 de setembro de 2013, na rua Cruz de Malta, na Chácara dos Poderes, próximo ao anel viário da BR-262, em Campo Grande. Ela teria sido morta por dançar sobre algumas caixas e com isso ter quebrado duas garrafas de champanhe na Boate Paraíso, onde era garota de programa.