17 de abril de 2024
Campo Grande 21ºC

ESTAVA INTERNADO

Adolescente morre dez dias após o pai ser executado por atiradores

Dono de uma oficina mecânica era CAC e emprestava dinheiro a juros

A- A+

Alvo de um ataque a tiros, Gabriel Augusto Brito Pereira, de 15 anos, morreu nesta 6ª.feira (29.mar.24), após 10 dias internado. 

O menor foi alvejado junto com seu pai Sérgio Augusto Pereira, de 51 anos, em 19 de março. Sérgio morreu na hora, o filho ainda lutava pela vida.  

Uma câmera de segurança registrou o momento da execução em frente a residência na vítima, na Rua Irene Vilela Ferreira, no bairro Parque Residencial Rita Vieira, em Campo Grande (MS). Veja:

 

Segundo informações da polícia, o crime ocorreu quando pai e filho chegavam em casa em um Fiat Strada. Sérgio estava ao volante e o filho no banco do passageiro, quando um atirador desceu de uma moto e disparou 5 diversas vezes.

Outro filho da vítima relatou ter visto os atiradores e tentou derrubá-los enquanto fugiam, mas sem sucesso. Cinco estojos calibre 9 milímetros foram encontrados próximo ao corpo de Sérgio.

Segundo a esposa de Sérgio, ele era dono de uma oficina mecânica, emprestava dinheiro a juros e possuía armas em casa, algumas registradas e outras não. No entanto, nada foi encontrado com ele ou no veículo após o assassinato.

Durante a busca na casa de Sérgio, a polícia encontrou um rifle calibre 22, uma carabina calibre 40 e um fuzil calibre 5.56, este último sem registro. Também foram encontrados um carregador e 50 munições. As armas registradas estavam no nome de Sérgio e havia um registro indicando que ele era Colecionador, Atirador Desportivo e Caçador (CAC).