20 de abril de 2021
Campo Grande 30º 20º

CORONAVÍRUS

Criança é levada ao CTI, passa por cirurgia, mas morre depois de engolir brinquedo

Pais autorizaram a doação de órgãos: 'Que essas famílias possam ter a esperança de ter seus filhos de volta', deseja o pai do garoto'

A- A+

Luiz Otávio, de 2 anos, morreu na última 5ª-feira (28.jan.21) após engasgar com um brinquedo — uma ventosa, parte de uma flecha — em Montes Claros, em Minas Gerais. O menino foi levado ao hospital Araldo Tourinho há 12 dias, sendo encaminhado ao CTI da Santa Casa, após parada cardiorrespiratória.

Segundo a Santa Casa, a criança precisou, durante 30 minutos receber compressões, até ser reanimado, depois passou por uma cirurgia para retirar o brinquedo. Em estado grave, Otávio não resistiu.

A família decidiu doar os órgãos do menino e a captação de rins e córneas foram realizadas na manhã desta 6ª-feira (29.jan.21).

“Foi uma decisão como forma de amenizar um pouco a nossa dor. Ele não está mais presente entre nós, mas vai resgatar novas vidas de pessoas que estão no leito sofrendo à espera de um órgão”, pontuou Charles Madureira, pai de Luiz.

"Essa vinda do meu filho aqui na Terra durante esses dois anos foi para mostrar a importância do amor, a importância do amor de um filho, do amor de um pai, a importância da aproximação com Deus e de manter a fé.", disse. 

FONTE: (G1).