24 de setembro de 2021
Campo Grande 36º 21º

DENÚNCIA | CAMPO GRANDE

"Deus tenha misericórdia da minha alma", diz vítima estuprada no HR

Enfermeiro teria estuprado jovem debilitada em tratamento de Covid-19

A- A+

“(sic) Te amo muito mãe, nunca foi minha intenção dar trabalho assim; não joga, nem separa meus cachorros, amo cada membro da minha família, to em aflição, que Deus tenha misericórdia da minha alma”, escreveu para a mãe, a mulher de 36 anos que está internada desde o dia 1º no Hospital Regional de Campo Grande. Ela acusa um enfermeiro do Hospital pelo crime ocorrido durante a madrugada de ontem (4.fev). A mulher está debilitada, devido a tratamento de Covid-19. 

Segundo a mãe, de 56 anos, a filha mora com ela na Vila Sobrinho há mais de 2 anos. A mulher contou à mãe que o abuso teria acontecido por volta das 3 horas da madrugada.

Conforme a denúncia, depois de ter passado mal durante a noite, tendo vômito e falta de ar, a paciente notou quando o profissional de enfermagem começou ir ao quarto dela, durante a madrugada, e passou a apertá-la e passar a mão em seu corpo. Em determinado momento o suspeito retornou ao leito com “óleo de girassol”, passou nos dedos e começou a abusar da vítima.

A mãe disse ao Campo Grande News que a vítima é muito religiosa e quando não está em trabalhando está na igreja, ou participando de reuniões online. Amante de seus bichinhos o pedido da vítima deixou a mãe revoltada com o suspeito. A ocasião a mãe narrou que a filha pedia perdão a mãe e pediu que Deus tivesse misericórdia da sua alma.  Veja na imagem abaixo:

Mãe da vítima mostra no celular mensagem encaminha pela vítima

O caso já está sob investigação da Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam).

*Com informações do Campo Grande News.