27 de maio de 2024
Campo Grande 13ºC

HOMICÍDIO | INTERIOR

Edivaldo morre 48h após ser esfaqueado por 'Tutão'

Suspeito está foragido

A- A+

Edivaldo Assis Panta, de 41 anos, morreu na madrugada de domingo (28.mai.23), no Hospital da Vida, em Dourados (MS). Ele estava internado desde 6ª.feira (26.mai.23), após ser esfaqueado por um homem conhecido como "Tutão".

De acordo com o boletim de ocorrência, o suspeito esfaqueou Edivaldo por volta das 5h da madrugada do dia 26, no cruzamento da Rua Maria de Jesus Cerveira com a Rua Laucídio Coelho, em Rio Brilhante (MS).

A polícia disse que encontrou Edivaldo deitado na calçada com uma perfuração no tórax e desorientado.

No local haviam duas mulheres que se identificaram como Rozilene Rodrigues e Keli Cristina. Elas disseram aos policiais que estavam ingerindo bebidas alcoólicas no local e que Edivaldo começou a brigar com 'Tufão'. Durante a briga, 'Tutão' desferiu um golpe de faca no peito de Edvaldo e fugiu a pé.

O Corpo de Bombeiros socorreu Edvaldo até o hospital de Rio Brilhante, depois ele foi transferido ao Hospital da Grande Dourados, mas não resistiu aos ferimentos. 

Ainda segundo o registro, a polícia fez rondas em busca do suspeito, mas ele não foi localizado.

O caso foi registrado como lesão corporal dolosa e adicionado lesão corporal seguida de morte, na Delegacia de Rio Brilhante. 

A reportagem tentou falar com o departamento nesta manhã para saber se o suspeito já foi localizado, mas as ligações não foram atendidas.