22 de maio de 2024
Campo Grande 25ºC

JUSTIÇA

Flordelis é condenada a 50 anos de prisão em regime fechado

Sua condenação se deu por homicídio triplamente qualificado, tentativa de homicídio duplamente qualificado, além uso de documento falso e associação criminosa armada

A- A+

A ex-deputada federal, cantora e pastora gospel Flordelis dos Santos Souza e três filhos dela foram considerados na manhã deste domingo, 13 de novembro, culpados pelo homicídio do pastor Anderson do Carmo, morto com mais de 30 tiros em junho de 2019. O júri da 3ª Vara Criminal de Niterói entendeu que a ex-parlamentar tramou contra o marido por disputas, na família, por dinheiro e influência.

Flordelis foi sentenciada a 50 anos e 28 dias de prisão. Sua condenação se deu por homicídio triplamente qualificado, tentativa de homicídio duplamente qualificado, além uso de documento falso e associação criminosa armada.


Apesar de a pastora ser réu primária, a sentença considerou “culpabilidade acentuada” dela em “verdadeira e bárbara execução, caracterizando uma demonstração explícita ódio.

Na decisão é ressaltado que Flordelis tinha ciência da ilicitude da conduta e mesmo assim não se intimidou com a prática do crime, tendo “audácia extremamente reprovável, planejando execução brutal e fria” da vítima.


No texto ainda é destacado que o laudo no corpo de Anderson do Carmo verificou 30 perfurações, resultadas de disparos concentrados em regiões vitais como crânio, tórax e abdome, enquanto a vítima dormia, na mesma casa de seus filhos, evidenciando ainda mais a “frieza e menosprezo” de Flordelis pela vida humana.

A juíza de Direito Nearis Carvalho Arce destacou ainda as consequências do delito, “desastrosas e demasiadamente graves”, como os danos psicológicos causados a toda família. Danos para os genitores, que perderam um filho. E para os filhos, adotivos e “de criação”, inclusive menores de idade. Além disso, o texto trata que o crime abalou toda a sociedade, ultrapassando as fronteiras do país. E foi um atentado contra o Estado Democrático de Direito.

Flordelis, que assumiu um novo romance depois da orte do ex-marido, está presa desde o dia 13 de agosto de 2021. Ela teve a prisão preventiva decretada pela juíza Nearis dos Santos Arce, da 3ª Vara Criminal de Niterói, 48 horas após a ex-parlamentar ter tido o mandato de deputada federal cassado no plenário da Câmara dos Deputados.


CONDENAÇÃO DOS FILHOS

Simone dos Santos Rodrigues, filha biológica de Flordelis, foi condenada a 31 anos e 4 meses de prisão por homicídio triplamente qualificado, tentativa de homicídio duplamente qualificado e associação criminosa armada.

Flávio dos Santos Rodrigues, filho biológico, acusado de atirar no padrasto, foi sentenciado a 33 anos e dois meses de prisão por homicídio triplamente qualificado, porte ilegal de arma, uso de documento ilegal e associação criminosa armada.