14 de junho de 2021
Campo Grande 27º 13º

Governo Federal pede apuração de vídeo de mulher espancada a pauladas

A- A+

O vídeo publicado no último final de semana, no Facebook, no qual uma mulher é espancada com um pedaço de pau, será apurado e investigado. O pedido foi realizado pela SPM (Secretaria de Políticas para Mulheres da Presidência da República). As imagens foram assistidas mais de 1,2 milhão de vezes.

De acordo com o site R7, não é comum que as agressões sejam denunciadas em vídeo. O motivo de poucas pessoas gravarem é porque a violência acontece normalmente dentro de casa.

A secretária da SPM, Aparecida Gonçalves,  ressalta que cenas como essa podem servir para que a sociedade reflita sobre o tema e se empenhe em denunciar agressões sofridas por mulheres.

“[O vídeo] faz com que as pessoas comecem a perceber do que nós falamos quando falamos em violência contra a mulher. Nós estamos falando disso, de uma mulher acuada em um canto, feito uma criança de três anos, completamente submissa.

Ela afirmou que vai pedir a colaboração de outras instituições para apurar a autoria do crime, já que o vídeo foi divulgado sem qualquer detalhe.

A secretária pede para que qualquer pessoa que possa ajudar a chegar ao agressor denuncie. É possível entrar em contato com o Ligue 180 (serviço da SPM), ou com o 191 (Disque-Denúncia) e 190 (Polícia Militar).

Nas imagens, o cabelo da vítima parece ter sido raspado momentos antes do espancamento. Também é possível ouvir um choro de criança e pessoas que pedem para o agressor parar depois de algum tempo.

No primeiro semestre deste ano, o Ligue 180 recebeu 15.541 denúncias de violência física contra mulheres. A maioria dos relatos recebidos pela SPM é encaminhada para órgãos estaduais, como Ministério Público e polícia, que vão ser responsáveis pela apuração dos fatos.

Tayná Biazus