02 de dezembro de 2021
Campo Grande 31º 21º

ESTRELA DO SUL

Identificado motorista bêbado da BMW que matou técnica de enfermagem

Técnica de enfermagem é a 3ª pessoa que ele matou ou esteve envolvido na morte, dessa vez em acidente, na noite de ontem (domingo-24.jan) após furar sinal na Avenida Prefeito Heráclito José Diniz de Figueiredo na Capital

A- A+

Wilson Benevides de Souza, de 29 anos, é o nome do motorista da BMW, que embriagado, furou sinal, atropelou e matou a motoqueira, Carla Jaqueline Miranda, de 40 anos. Ela era técnica de enfermagem e morreu na hora na noite de ontem (24.jan), após o condutor da BMW furar o sinal no cruzamento da Avenida Prefeito Heráclito José Diniz de Figueiredo com Rua Veridiana, no Bairro Estrela do Sul, em Campo Grande. 

Segundo o site Campo Grande News, o condutor do veículo tem extensa ficha criminal, e é citado em 47 casos, em que aparece como vítima e autor. 

Apontando como autor: porte de drogas, vias de fato, lesão corporal (violência doméstica), tráfico de drogas, calúnia, dirigir veículo sem habilitação, desobediência e 2 homicídios.  Os assassinatos ocorreram em 25 de dezembro de 2012 e 12 de maio de 2013, todos em Campo Grande.

A 3 vítima de Wilson foi Carla, que seguia em uma Honda Biz pela Avenida Prefeito Heráclito José Diniz de Figueiredo, quando foi atingida pela BMW conduzida por Wilson, que avançou o sinal vermelho pela contramão.

Carla era mãe de quatro filhos, um inclusive com síndrome de down que foi sua inspiração para fazer o curso técnico de enfermagem.  Carla foi arremessada a cerca de 10 metros. Wilson continua sem CNH e ainda estava bêbado ao momento que matou a 3 pessoa em sua vida.