22 de maio de 2024
Campo Grande 28ºC

HOMICÍDIO | CAMPO GRANDE (MS)

Josi mata o esposo a facadas em condomínio na Capital

"Homem não bate em mim. Não vou deixar homem bater em mim, não"...

A- A+

Josiley Fernandes Ribeiro, de 43 anos, conhecida como Josi, matou o esposo Carlos Henrique de Oliveira, de 42 anos, a facadas na madrugada do domingo (26.mar.23), no Condomínio Botafogo, na Rua Cascais, no Jardim Morenão, em Campo Grande (MS). 

Ela foi presa em flagrante e vai passar por audiência de custódia na manhã desta 2ª.feira (27.mar.23).

Uma amiga, de 30 anos, foi arrolada em registro como testemunha. Ela contou que saiu para beber com Josi na noite do sábado (25.mar) e ao retornarem, Josi encontrou o marido bebendo com um amigo no apartamento em que viviam. 

Por motivos não esclarecidos, o casal começou a discutir e, na versão da amiga, Carlos teria agredido Josi. “Subiu em cima dela e passou a sufocá-la com as mãos, dificultando a sua respiração", disse a testemunha. O amigo de Carlos teria, então, ajudado Josi a se livrar do esposo.

Após as agressões, Josi foi até a cozinha e pegou uma faca. E voltou a encontro do esposo, ocasião em que ele teria brincado: “Você vai me matar?”, narrou a amiga.  

Josi teria partido para cima de Carlos e desferido uma facada no peito dele. Atingido, Carlos saiu do apartamento em direção a rua pedindo socorro: “Tô morrendo, chama a polícia, chama o bombeiro”, relatou outra testremunha que viu Carlos caindo na calçada.  

As testemunhas narram que Josi saiu do apartamento com a faca em mãos e ao ver o esposo deitado na calçada, desferiu mais uma facada no corpo dele.

Na sequência, Josi sentou-se no meio-fio e deixou a faca de lado. Ela repetia as seguintes frases naquele momento. "Homem não bate em mim. Não vou deixar homem bater em mim, não". a

Com a chegada da Polícia, Josi se entregou e confessou o assassinato.