22 de abril de 2021
Campo Grande 29º 18º

Líder do tráfico é condenado pela Justiça a pena de 22 anos de reclusão

A- A+

O Conselho de Sentença do Juri condenou traficante Laudelino Ferreira Viera, 43 anos, foi condenado pelo conselho de sentença do Juri a 22 anos de prisão pelos crimes: tentativa de homicídio, tráfico de drogas, associação para o tráfico, arma e uso de documento falso (RG e CNH).

Laudelino foi preso por policiais rodoviários federais após tentativa de fuga durante abordagem da PRF e disparou dez tiros contra equipe policial. Mesmo assim, os policias conseguiram capturar o traficante que estava com seis quilos de cocaína. Ele estava na companhia de Lauro Moreira dos Santos. Os dois ocupavam uma moto Tornado, furaram bloqueio policial, trocaram tiros com agentes e foram baleados e capturados. Os policiais acionaram o socorro e providenciaram o resgate dos traficantes.

A sessão que aconteceu nesta quinta-feira (13), ora defesa tenha alegado que traficantes atiraram para se defender dos policias, o  MPF (Ministério Público Federal) durante a fala da acusação conseguiu provar que mesmo estando em uma fronteira muito problemática, a PRF já está há quase dez anos sem causar a morte em troca de tiros. Foi mencionado também dois prêmios que a PRF já ganhou da Secretaria Nacional de Direitos Humanos como polícia que mais respeita os Direitos Humanos.

Laudelino já foi condenado por liderar quadrilha e roubar veículos, além de ser chefe do bando que roubou três aeronaves de uma empresa de táxi aéreo na cidade de Corumbá, em janeiro de 2004. Na ocasião, piloto e empresário Luiz Fernandes de Carvalho foi assassinado pela mesma quadrilha. O grupo liderado por Laudelino é apontado como responsável pelo roubo de 36 veículos entre 2005 e 2006, no Brasil, além de outros 31 roubos de carros em cidades da Bolívia.