29 de maio de 2024
Campo Grande 11ºC

EXECUÇÃO | RIO BONITO (RJ)

Mãe é presa por mandar matar o estuprador da filha de 11 anos

Genitora pediu 'julgamento' a traficantes da região

A- A+

Thiago Baptista Ferreira, foi encontrado morto, na Estrada de Lavras, em Rio Bonito, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, na manhã da 3ª.feira (21.fev.23). Na tarde da mesma 3ª, uma mulher foi presa suspeita de encomendar o assassinato dele.

A polícia carioca disse que a suspeita é mãe de uma menina de 11 anos que supostamente teria sido estuprada por Thiago. A mãe, a filha e o Thiago moravam na mesma casa.

De acordo com a polícia, a criança contou para a mãe que foi estuprada por Thiago quando a mãe precisou sair e deixou a filha sozinha em casa. Confrontado, inicialmente Thiago chegou a negar que teria abusado, mas depois admitiu que ficou com ela, provocando a ira da mãe.

Para pedir a execução de Thiago, a mãe procurou os traficantes da região para contar o que havia acontecido, mas eles realizaram uma espécie de julgamento e “absolveram” o suspeito. A polícia disse que o grupo criminoso de Rio Bonito não concordou por entender “que não havia um crime sexual”. Diante disso, a mãe foi a um município vizinho para pedir ajuda a integrantes da mesma facção, que aceitaram o pedido de execução. 

Na noite do dia 19 de fevereiro pela madrugada, os homens encontraram e levaram Thiago para a Estrada das Lavras, onde ele foi executado a tiros. 

“A questão da vingança privada é uma questão que leva a um déficit civilizatório. Você fazer com que a justiça pública seja responsável pela punição de determinados criminosos é uma questão mínima de civilidade”, alertou o delegado Bruno Gilaberte. 

Segundo a PCRJ, quando os agentes chegaram na residência da mulher para efetuar a prisão, ela estava planejando se mudar.

O caso continua sendo investigado para identificar os demais envolvidos no assassinato.