27 de fevereiro de 2021
Campo Grande 32º 22º

TRAGÉDIA | TAGUAÍ

Motorista do caminhão que colidiu com ônibus e matou 40 pessoas não tinha CNH 'D'

O jovem de 22 anos que conduzia o caminhão que colidiu com ônibus nessa manhã também morreu na batida

Leia também

• Colisão entre ônibus e caminhão deixa 22 pessoas mortas no interior de São Paulo

• Vídeo: sobe para 37 mortos em acidente; pessoas estão presas às ferragens

• Sobe para 41 mortes confirmadas no interior de SP; o maior acidente do ano, diz PM

• Sobe para 40 o número de mortos em acidente entre caminhão e ônibus

Geison Gonçalves Machado, de 22 anos, motorista do caminhão que morreu após se envolver em uma batida contra um ônibus em Taguaí vitimando outras 40 pessoas e deixano dezenas de feridos, no interior de São Pualo, na manhã desta 4ª-feira (25.nov.2020), não tinha habilitação para dirigir caminhão. A informação foi dada ao G1 pelacompanheira dele, Dheimilly Krachinski.  

Dheimilly afirmou que o caminhão saiu de Florestópolis (PR) para descarregar em Taquarituba (SP) e depois iria para Castro (PR), cidade onde Geison morava.

Segundo ela, o companheiro não era habilitado para categoria D, tinha apenas habilitação provisória para carro e, por isso, levava outro caminhoneiro junto nas viagens. Esse, estava no banco do passageiro e sobreviveu ao acidente (teve apenas escoriações).  

A causa do acidente é investigada. A suspeita da polícia é que uma ultrapassagem teria provocado a colisão.

*Com informações do G1