24 de junho de 2021
Campo Grande 31º 19º

Mulheres são presas por furtarem mais de R$7 mil em mercadoria de loja

A- A+

Duas jovens de 21 anos e outra de 18 foram presas pela Polícia Militar na tarde desta sexta feira (09) acusadas de furtar mais de R$1.500,00 em roupas de uma loja de confecções localizada na Rua Bruno Garcia no centro de Três Lagoas.

Duas delas teriam trabalhado como freelancer durante 20 dias no mês de dezembro no estabelecimento e nesse período furtaram muitas roupas.

No último sábado - já terminado o período de contrato temporário - as duas retornaram a loja acompanhadas da jovem de 18 anos – que estava com duas crianças - e diziam que iam fazer compras. Elas encheram duas cestas de roupas, mas compraram apenas três peças íntimas femininas.

A atitude das três chamou a atenção das funcionárias que realizaram um balanço e descobriram que muitas peças de roupas haviam sido furtadas. Já nesta sexta feira (09) por volta das 15h50, uma das suspeitas foi até a loja com roupas e disse que havia ganhado em um “amigo secreto” e queria trocar as peças.

Como já havia as suspeitas de que ela poderia ter furtado os produtos, ao checar a numeração do código de barras no sistema de automação da loja, os funcionários tiveram a certeza que aquelas roupas eram produtos do furto e com isso chamaram a Polícia Militar que prendeu a jovem de 21 anos, que logo confessou o delito.

COMPARSAS

Questionada pelos policias a jovem de 21 anos acabou “entregando” as duas comparsas e indicou o local onde as três residiam e eram vizinhas.

Com isso os policiais foram até a Rua Pelópedes Gouveia no Bairro Parque São Carlos e no terreno onde existem três residências, a jovem de 21 e a de 18 anos foram encontradas.

Ao avistarem os policiais, elas logo confessaram o furto e mostraram onde estava guardado o restante das roupas furtadas. Todas as peças de vestuário ainda estavam com as etiquetas da loja.

As três receberam voz de prisão e foram levadas a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) para as providências legais.

A proprietária da loja calculou que mais de R$1.500,00 em roupas foram furtadas pelas três, entre roupas femininas, infantis e para bebê.

As duas crianças – uma bebê de pouco mais de um ano e um menino de 2 anos – ficaram com o marido da jovem de 18 anos que chegou ao local e não sabia do delito que a esposa havia cometido, pois ele disse que deu a ela dinheiro no final de ano para que ela pudesse fazer compras de roupas para as crianças.

*Reportagem editada às 18h30 com o valor de R$7.000,00, pois a proprietária fez o levantamento de tudo que foi furtado e o valor chegou em aproximadamente R$7,200.00.

TL Notícias