19 de maio de 2024
Campo Grande 18ºC

LUTA PELA VIDA

Simony revela medo na luta contra o câncer

A cantora, que sempre se mostrou muito forte, ressaltou que enfrentou seu maior desafio ao descobrir a doença

A- A+

Segura de si, confiante e otimista, Simony abri o coração sobre sua luta contra o câncer de intestino, doença descoberta há três meses. Em entrevista à Roberto Cabrini, na Record TV, a cantora compartilhou medos e angústias, além de ressaltar muita força de vontade, bom humor e o apoio da família.

A conversa, exibida no “Câmera Record”, com muitos momentos emocionantes, aconteceu na casa da cantora, em São Paulo. Simony, que já finalizou o tratamento, contou como foi encarar a perda dos cabelos, devido ao tratamento com quimioterapia.

“Eu fiz a quimio e, depois de 14 dias, meu cabelo começou a cair. E essa parte é muito difícil. É muito triste para uma mulher. Não adianta. Cabelo cresce, mas é uma junção de coisas…’, disse ela.

A cantora, que sempre se mostrou muito forte, ressaltou que enfrentou seu maior desafio ao descobrir a doença: “Aceitar que você tem essa doença e entender que tem que passar. O que você vai fazer? Chorei, chorei, chorei. É verdade. Aí, depois, eu falei: ‘chega de chorar, é a hora de lutar’. Não tem como você não chorar, não sentir medo. Isso é super normal”, disse ela.


A artista, contudo, ressaltou o que mais a deixou aflita: “Não tive medo da morte, (tive) medo de deixar os meus filhos”, confessou, emocionada.

APOIO DA FAMÍLIA E DOS FÃS

A artista ainda ressaltou que o apoio da família tem sido essencial nesse momento difícil e que foi o filho mais velho, Ryan Benelli, fruto da relação da artista com Afro-X, foi o responsável por raspar a sua cabeça após o cabelo começar a cair devido à quimioterapia. Além dos quatro filhos, ela conta ainda com o apoio do namorado, o cantor Felipe Rodriguez.


“Eu andava pela casa e caíam tufos de cabelo. Eu pedi para o meu marido raspar a minha cabeça, mas ele disse: ‘Não tenho coragem’. Então, pedi ao meu filho: ‘Faz isso para mim?’. Os olhos dele encheram de lágrimas… E ele fez”, contou, emocionada.

Simony classificou a atitude do filho como um ato de coragem: “Ele tirou. Chorou, eu chorei”, contou a artista.

A ex-Balão Mágico exaltou ainda o papel dos fãs: “Eles foram fundamentais em tudo isso para mim, foi uma cadeia de carinho, amor, orações. Muitas mensagens e orações”, disse ela.