08 de agosto de 2020
Campo Grande 31º 17º
RESPEITO À VIDA RAMAL ASSEMBLEIA

Campo-grandense é eleita a mais bela Miss Penitenciária estadual

A 6ª edição do Concurso Miss Penitenciária MS aconteceu hoje na parte da tarde no estabelecimento penal feminino Irma Irma Zorzi. O evento contou com a participação de seis detentas de diferentes cidades do Estado.Hoje a penitenciária possui 387 internas, quatros delas são mães e tem seus bebês convivendo juntamente.  A diretora da penitenciária Mari Jane Boleti Carrilho acredita ter virado uma tradição positiva o concurso, pois valoriza as detentas além de resgatar valores culturais. Helen Morais, 20, foi presa por tráfico de drogas. Ela era a mais cogitada a ganhar o concurso, e conseguiu o primeiro lugar. Helen conta que não queria concorrer na edição, porém, suas colegas de alojamento insistiram e ela acabou cedendo. Antes de ser presa, Helen já havia feito trabalhos como modelo para lojas de roupas. A vencedora conta que foi apreendida em uma viagem com suas amigas com quantidade ilegal de entorpecentes. As internas que desfilaram sentem-se extremamente feliz em participar desse tipo de evento, pois sai da rotina e eleva o ego, além de ser um entretenimento para todas. Tai Loshi, subsecretária da mulher e da promoção à cidadania comenta que essas iniciativas extravasam o sentimento de prisão. No Brasil, o Mato Grosso do Sul é o único estado a realizar  concurso que elege a mais bela detenta do estado, outros locais realizam apenas concursos municipais. Ao ser questionada sobre uma possível edição nacional, a subsecretaria afirma que já foi entrado em contato com a secretaria nacional de políticas para mulheres, porém, não há como custear as despesas e nenhum projeto de grande envergadura para tal compromisso. Estava presente também, pelo sexto ano consecutivo a vereadora Carla Stephanini. Carla diz ficar emocionada ao participar de momentos como este que foi realizado, pois envolve sociedade e mulheres em situação de prisão. Também é um momento de integração além de trazer a autoestima a essas mulheres que estão invisíveis aos olhos da sociedade. A miss MS Patrícia Isabel Machry participou do evento como jurada ao lado da vereadora Carla, da primeira dama Beth Puccinelli, do mister gay Brasil Carlos Gabriel, além de outros convidados à mesa de jurados. Classificação: 1º Helen Morais - Campo Grande 2º Cássia Farias - São Gabriel do Oeste 3º Rosineide Pinheiro Moreira - Jateí   Tayná Biazus e Diana Christie