08 de agosto de 2020
Campo Grande 31º 17º

Prêmio MS Industrial de Jornalismo oferece até R$ 85 mil

A Fiems já abriu as inscrições para o Prêmio MS Industrial de Jornalismo 2014. Nesta edição o principal atrativo é a distribuição de R$ 85 mil aos vencedores. As modalidades Capital e Interior estão mantidas e premiarão os autores das melhores reportagens sobre o setor industrial e seu papel estratégico no desenvolvimento estadual nas categorias Jornalismo Impresso, Telejornalismo, Webjornalismo e Fotojornalismo. O aumento no valor total do Prêmio MS Industrial de Jornalismo é o reconhecimento aos bons trabalhos apresentados pelos profissionais da imprensa nas últimas três edições do concurso.Os jornalistas interessados em participar têm até o dia 15 de abril de 2014 para se inscrever por meio do site www.fiems.com.br/premiomsindustrial/2014, que também traz o regulamento completo do concurso. Nesta edição, os 1º e 2º colocados nas categorias Jornalismo Impresso, Telejornalismo, Webjornalismo e Fotojornalismo, modalidade Capital, receberão R$ 8 mil e R$ 3 mil, respectivamente, totalizando R$ 44 mil, enquanto os prêmios em dinheiro para os 1º e 2º colocados nas categorias Jornalismo Impresso, Webjornalismo e Fotojornalismo, modalidade Interior, receberão R$ 5 mil e R$ 2 mil, somando R$ 21 mil. Já, a premiação para os grandes vencedores do Prêmio MS Industrial Jornalismo (reportagens que obtiverem o maior número de votos entre os finalistas das 4 categorias da modalidade Capital e das 3 categorias da modalidade Interior) será de R$ 10 mil em dinheiro para cada modalidade, totalizando R$ 20 mil. As reportagens inscritas no Prêmio MS de Industrial Jornalismo deverão ter sido publicadas entre 6 de setembro deste ano e 31 de março de 2014, sendo que os nomes dos vencedores serão conhecidos durante cerimônia programada para 25 de maio de 2014, quando se comemora o Dia da Indústria. A temática do Prêmio MS Industrial de Jornalismo abrangerá reportagens veiculadas na televisão, bem como aquelas publicadas nos jornais e sites de notícias que evidenciem a indústria como nova força da economia do Estado e abordem o papel do Sistema Fiems, por meio do Sesi, Senai e IEL, no apoio integral à produção. (Tayná Biazus)