15 de agosto de 2020
Campo Grande 35º 22º

Após permanência de Bruno, Cruzeiro diz não ter pressa para mais renovações

cruzeiro

Nessa quarta-feira, o Cruzeiro acertou a renovação contratual por três anos do zagueiro Bruno Rodrigo. Outros três jogadores estão com vínculos próximos do encerramento: o zagueiro Paulão, o volante Leandro Guerreiro e o atacante Luan. No entanto, a diretoria diz não ter pressa para negociar a prorrogação desses contratos.

“O Cruzeiro não conversou com nenhum atleta de término (de contrato). Neste momento, os jogadores ainda têm suas obrigações. São três partidas em que o Cruzeiro honrará a camisa e buscará recordes. Temos um jogo festivo contra o Bahia, importantíssimo”, explicou o diretor de futebol Alexandre Mattos.

“O Leandro, o Luan e o Paulão, todos eles são campeões, serão respeitados. Posteriormente, quando houver a tomada de decisão de renovação ou não, aí sim vamos nos pronunciar sobre isso”, acrescentou o dirigente

Desde 2011 no Cruzeiro, Leandro Guerreiro terá o contrato encerrado em dezembro. Já Paulão e Luan estão emprestados. O zagueiro foi cedido pelo Guangzhou Evergrande, da China, e o atacante pelo Palmeiras.

“O Paulão não pertence ao Cruzeiro. Temos opção de adquirir o Paulão. Vamos conversar sobre isso, ainda não tivemos uma reunião com a comissão técnica. Vamos analisar a situação técnica e a situação financeira. Se o Cruzeiro não fizer a opção, o Guangzhou (clube chinês, detentor dos direitos de Paulão) que vai definir para onde ele irá. Caso o Cruzeiro não faça esse efetivação”, observou Alexandre Mattos, que comentou também sobre Luan.

“O Luan se encaixa na mesma situação do Paulão. Posteriormente, a comissão técnica e a direção encaixarão o que pretendemos para 2014. Ainda temos alguns jogos, temos de respeitar muito os que aqui estão. É natural que ajustes venham a acontecer, de saídas e vindas. Vamos analisar tudo com muito carinho. O que podemos dizer é que o Cruzeiro é grato a todos. Se for do interesse, faremos de tudo pela permanência de todos”, complementou.

Alexandre Mattos explicou o que motivou a negociação por Bruno Rodrigo antes de outros atletas. “O Cruzeiro tem contrato com a grande maioria. O Bruno é um caso que o Cruzeiro precisava agir rapidamente. O Bruno, precisávamos resolver em novembro, numa data especifica. Ele é um jogador que veio emprestado. Já com a maioria dos atletas, nós temos contratos longos”, ressaltou.

Super Esportes