03 de dezembro de 2020
Campo Grande 34º 23º

DOURADOS

Audiência debate projeto de revitalização da Avenida Hayel Bon Faker

A conclusão está prevista para ocorrer até janeiro de 2021

A Associação Comercial e Empresarial de Dourados (ACED), realizou na última sexta-feira, dia 7, uma audiência pública de caráter informal, para debater o cronograma e conhecer o projeto de revitalização da Avenida Hayel Bon Faker em Dourados. A conclusão está prevista para ocorrer até janeiro de 2021, devido ao seu alto grau de complexidade.

Presente na reunião, o presidente da Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos e secretário-adjunto da Seinfra (Secretaria estadual de Infraestrutura), Luis Roberto Martins de Araújo, afirmou que a obra está sendo realizada conforme cronograma definido com a empreiteira responsável. “Já cumprimos mais de 52% do cronograma e, apesar de alguns problemas que ocorrem normalmente em qualquer obra, Dourados vai ganhar uma nova avenida, moderna e reestruturada”, disse.

Procurada por empresários interessados em saber sobre o cronograma e conhecer o projeto de revitalização, a ACED realizou a audiência, mas não pôde contar com a presença da maioria dos empreendedores. “Mesmo com poucos empresários, a audiência foi produtiva. Conseguimos entender o projeto, conhecer as vias que serão fechadas, onde ocorrerão os retornos e dirimir todas as dúvidas”, disse o presidente da ACED, Nilson Santos.

Os pontos de cruzamento que serão fechados, de acordo com o projeto, serão: A Rua João Correa Neto, Rua Humaitá, Rua Ipanema, Rua João Carneiro Alves, Rua Vereador João Damasceno Pires, Rua Professora Antônia Candido de Melo, Rua Maria de Carvalho, Rua Januário de Araújo, Rua Aurea de Mattos Carvalho, Rua Salviano Pedroso, Rua Silidonio Verão, Rua José Luiz da Silva, Rua Audelino Garcia Camargo, Rua Gonçalo Nunes Siqueira, Rua Vilso Gabiatti, Rua Italívio de Souza Pael, Rua Uirapuru e Rua Arapongas, lembrando que a Rua Onofre Pereira de Mattos, já foi fechada.

Segundo o engenheiro responsável, Bruno Barbato, o projeto foi fornecido e elaborado de acordo com as diretrizes da Secretaria de Obras Públicas da Prefeitura Municipal de Dourados e está sendo viabilizado com recursos do Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário do Estado do Mato Grosso do Sul (Fundersul) no valor de R$ 10.340.949,12.

Também estiveram presentes na audiência informal, representando a Prefeitura Municipal de Dourados, o secretário de Serviços Urbanos, Fabiano Costa, a diretora da Agetran, Mariana Neto e ainda, a engenheira civil responsável pelo recapeamento funcional e a drenagem no projeto, Maristela Ishibashi Toko de Barros.