24 de novembro de 2020
Campo Grande 35º 21º

Língua Terena

Comunidade indígena recebe informações sobre Nota MS Premiada na língua Terena

O cacique da comunidade indígena urbana Paravá, Silvio Fialho, traduziu para a língua Terena as informações sobre o Programa Nota MS Premiada, após reunião com o chefe da Unidade de Educação Fiscal da Secretaria de Estado de Fazenda, Amarildo Cruz.

“A maioria dos moradores da comunidade não sabia do prêmio e ao ouvir as explicações gravadas em vídeo muita gente entendeu e gostou. Compartilhei todas as informações que me foram passadas pelo gestor da Sefaz, Amarildo Cruz. Achei essa iniciativa muito importante e necessária”, disse Silvio Fialho. A comunidade indígena tem 76 famílias e fica em Campo Grande, na saída para Aquidauana.

Para o chefe da Unidade de Educação Fiscal, Amarildo Cruz, os moradores da Paravá, assim como demais comunidades devem contribuir com o exercício da cidadania. Comunicar na língua materna, Terena, é, segundo ele, exercitar um direito. “Nós conhecemos a demanda, a luta e os problemas que são enfrentados pelos moradores da comunidade Paravá. É uma forma de nós ajudarmos não só a divulgar o programa como também a fazer com que as pessoas se conscientizem do seu papel na sociedade, até porque o programa está ligado àquelas pessoas que fazem compras no varejo”, ressaltou Amarildo Cruz.

O Nota MS Premiada está em vigor no Estado de Mato Grosso do Sul desde o mês de janeiro e já realizou cinco sorteios. Qualquer pessoa física que tenha o CPF ativo pode participar do programa, independentemente da idade. O consumidor só precisa fazer a inclusão do seu CPF nas notas fiscais no momento das suas compras no comércio de Mato Grosso do Sul e, com isso, estará concorrendo a R$ 300 mil em prêmios.

Para mais informações, dúvidas ou reclamações, o consumidor dever ligar para a central de atendimento pelo telefone (67) 3389-7801 ou encaminhar mensagens pelo WhatsApp, que reponde pelo mesmo número.