25 de outubro de 2020
Campo Grande 32º 21º

CHAPADÃO DO SUL

Crianças acham corpo de jovem desaparecida enterrado no quintal

Menina de 13 anos tinha braços e pés amarrados, corpo em cova rasa, coberto por Cal

Desaparecida há 3 meses, Ingrid Lopes Ribeiro de 13 anos, teve o corpo encontrado com as mãos e os pés amarrados para trás nessa quarta-feira (22). A ossada foi localizada enterrado com sacos plásticos na cabeça nos fundos de um imóvel, em Chapadão do Sul, interior de Mato Grosso do Sul. Uma suspeita de participação no crime, Tayara Caroline da Silva, 30 anos, foi presa.  

O corpo da jovem foi encontrado por crianças que brincavam no quintal e sentiram um forte odor. Uma cova rasa coberta com Cal (É obtida pela decomposição térmica de calcário), o corpo estava enrolado em um lençol.   

Conforme a irmã da vítima, a suspeita presa era amiga da vítima. Em depoimento à polícia, Taynara disse que antes de ser assassinada a jovem ficou em cativeiro, e quem teria a matado é um suspeito de alta periculosidade. Taynara também confessou que atualizava o Facebook da vítima, para ilustrar que ela estaria viva; a família não soube dizer sobre o que teria motivado o crime.O Corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Paranaíba e ainda não foi liberado.

No fim do ano passado, Rosângela Lopes dos Santos Ribeiro, mãe da adolescente, iniciou campanha para achar a filha que estava desaparecida desde o dia 27 de outubro. À época, a mãe informou que a filha estava envolvida com drogas, segundo informou o Campo Grande News.