25 de novembro de 2020
Campo Grande 34º 23º

Isolamento social

Dia das mães bate recorde de menor isolamento social para domingo

O apelo de diversas autoridades e canais de comunicação para que a tecnologia fosse utilizada como um ato de amor no dia das mães, não teve muito êxito. A taxa média do isolamento social do Brasil foi de 47%, e no Mato Grosso do Sul apenas 41,9% da população permaneceu em casa neste domingo (10.5).

No comparativo com outros domingos, desde março quando foram confirmados os primeiros casos no Estado, esse foi o menor índice já registrado. Conforme mapeamento da In Loco, o histórico para o dia da semana em março foi: 15 (42%), 22 (63%) e 29 (59%).

O índice de isolamento registrado nos quatro domingos de abril foi: 5 (64,3%), 12 (56,6%), 19 (58,5%), e 26 (55,5%). O primeiro domingo de abril, por enquanto, é o melhor índice de isolamento não apenas para o dia, mas de maneira geral. No dia 3 de maio o distanciamento social registrado no estado foi de 47,9%.

A movimentação no domingo dedicado as mães foi maior nos municípios de Novo Horizonte do Sul (28,1%), Japorã (28,6%), Santa Rita do Pardo (31,3%), Anastácio (31,5%) e Antônio João (32,9%). As cidades onde o maior número de pessoas permaneceu em suas casas foram: Guia Lopes da Laguna (70,8%), Brasilândia (57,3%), Jaraguari (56,8%), Bonito (56,4%), Figueirão (55,3%).

Na Capital o isolamento social foi de apenas 41,2% neste domingo. Entre as regiões que menos aderiram ao distanciamento social estão: Columbia (27,9%), São Francisco (27,1%), Vila Popular (25%), Universitário (25%) e Tiradentes (24%).

Durante live do Governo do Estado para leitura do boletim epidemiológico nesta segunda-feira (11.5) o secretário estadual de saúde, Geraldo Resende apresentou aumento de 23 novos casos, muitos deles no interior do Estado, e voltou a reforçar a importância do distanciamento social como única forma de conter o avanço da pandemia.

“A arma que a gente tem em todo mundo é o isolamento social. Nossa preocupação é que estamos tendo um acréscimo muito expressivo nos últimos dias, estamos numa média de 15, 20, e até 25 novos pacientes por dia, e isso nos tem trazido muito apreensão. E ficar em casa é a melhor contribuição que cada um pode nos dar nesse momento”, ponderou.

Os boletins detalhados de isolamento social e epidemiológico podem ser conferidos na íntegra no site www.coronavirus.ms.gov.br .