27 de novembro de 2020
Campo Grande 35º 23º

INTERNACIONAL

Mãe abraça filha pela primeira vez após dar à luz em coma por causa da Covid-19

"Chorando agora! Estou livre da covid-19! E segurando minha menina em minhas mãos!", publicou Angela

Em coma induzido por causa do novo coronavírus, a norte-americana Angela Primachenko foi surpreendida ao recobrar a consciência. A mulher descobriu que tinha dado à luz a sua filha e que ela já tinha cinco dias de vida.

No entanto, antes do primeiro contato entre mãe e filha, Angela teve que esperar os resultados dos testes para a Covid-19. Somente na última quarta-feira (15.bril), ela conseguiu segurar e abraçar a recém-nascida pela primeira vez.

“Chorando agora! Estou livre da covid-19! E segurando minha menina em minhas mãos!”, publicou Angela em seu perfil no Instagram.

Moradora de Washington, nos Estados Unidos, Primachenko foi um das infectadas pela doença no primeiro estado norte-americano atingido pela Covid-19, conforme apuração da CNN Brasil.

Diagnosticada com o novo coronavírus, Angela estava internada desde o último dia 26 de março. Posteriormente, ela precisou de um ventilador para manter as funções respiratórias. Em seu Instagram, a mãe revelou que ficou 17 dias hospitalizada, dos quais 10 foi necessário ficar entubada. Neste período, Primachenko deu à luz sua pequena Ava no último dia 1° de abril.